Sexta-feira, 12 de Abril de 2024 Fazer o Login

Neuropsi – O que é a tocofobia?

sex, 31 de maio de 2019 05:22

Abertura-neuropse

1-O que é a tocofobia?
Infelizmente, para algumas mulheres essa ansiedade gerada pelo medo de se imaginar grávida ou parindo se torna algo patológico. Isso pode ocorrer antes mesmo de você engravidar e pode dificultar o processo de gestar e parir. Isto é conhecido como tocofobia.

É o medo excessivo e irracional da gravidez e do parto. A palavra tem origem nos termos gregos “tokos” (parto, descendência) e “phobos” (medo). À tocofobia associa-se a ansiedade, depressão, stress pós-traumático e desordens emocionais várias.

Uma em cada seis mulheres no mundo não pode sequer ouvir falar de parto ou até de gravidez.

O que é a tocofobia?

O que é a tocofobia?

 

A maioria das mulheres experimenta algum tipo de ansiedade ao engravidar e ao se imaginar dando à luz, especialmente pela primeira vez. Desde a infância, crescemos com a mensagem de que as experiências de gravidez e parto são desagradáveis ​​e dolorosas pelas quais a mulher tem que passar como forma de um castigo bíblico ou se livrar logo via cesárea.

2- Como reconhecer a tocofobia?

Os principais sintomas deste distúrbio são: pesadelos recorrentes; hiperventilação; suores e tremedeiras; pensamentos sobre a morte; crises de pânico; náuseas ou vômito; agitação; vontade de chorar ou gritar. Muitas vezes as pacientes entram em estados depressivos porque se culpam dessa fobia.

3-Quais os tipos de tocofobia?

Tocofobia primária – medo persistente do parto

O medo da gravidez e do parto aparece antes de a mulher engravidar ou do parto.

A origem deste medo pode ter várias causas como situações traumáticas na infância e adolescência como o parto de uma mulher próxima que não correu bem, abusos sexuais ou relatos de partos mal sucedidos (na televisão, por exemplo) onde a mãe sofreu muito para dar à luz.

O medo a hospitais e a médicos também pode estar na origem ou agravar a fobia.

A tocofobia secundária geralmente ocorre em mulheres que tiveram experiências prévias de gravidez ou parto traumáticas. Esse trauma pode estar relacionado à violência obstétrica, uma experiência negativa com a equipe do hospital, a um aborto espontâneo, um aborto tardio.

4-Como é feito o tratamento da tocofobia?

A tocofobia pode ser tratada com intervenção psicoterapêutica que ajuda a reconhecer as causas da fobia e fornece estratégias para enfrentar o medo da gravidez e do parto. O desenvolvimento destas estratégias tem como objetivo reduzir a ansiedade e treinar o corpo para lidar de modo confortável com o medo.

Idealmente, toda a equipa de saúde deve estar sensibilizada para o problema: obstetra, médico de família, enfermagem, psicólogo e, em alguns casos, o psiquiatra.

As mulheres que sofrem de tocofobia podem também se submeter à terapia comportamental cognitiva, hipnoterapia (inclusive durante o parto).

A qualidade da relação do casal e o papel do futuro pai são essenciais em todo o processo. O apoio do companheiro aumenta a sensação de segurança e ajuda a reforçar atitudes e pensamentos positivos.
É fundamental que a mulher se sinta apoiada e completamente esclarecida sobre a gravidez e os mecanismos do parto.

2 Comentários

Deixe seu comentário: