Domingo, 19 de Maio de 2024 Fazer o Login

Eleições 2024: chefe do Cartório Eleitoral esclarece dúvidas a respeito do pleito municipal

qui, 11 de abril de 2024 08:07

Da Redação

Cartório Eleitoral de Araguari
Divulgação

O pleito de 2024 elegerá prefeitos e vereadores em 5.568 municípios por todo o Brasil. O primeiro turno está marcado para o dia 6 de outubro. Sabendo disso, o chefe do Cartório Eleitoral, Fernando Guetti, esclareceu algumas dúvidas sobre as eleições municipais, dentre elas: biometria, prazo para alteração do Título de Eleitor; impressão da segunda via do título.

Segundo o chefe do Cartório Eleitoral de Araguari, o eleitor que não tem a biometria cadastrada na Justiça Eleitoral não terá impedimento de votar nas Eleições Municipais de 2024, assim como em todos os pleitos anteriores a partir de 2008, quando essa coleta passou a ser realizada. Quem ainda não estiver identificado

biometricamente pode procurar o cartório eleitoral para realizar o cadastro, verificando a necessidade de agendamento prévio.

É bom mencionar que, o cadastro biométrico é gratuito e atribui mais segurança ao voto, além de evitar a formação de filas nas seções de votação. Assim como qualquer outra atualização no cadastro eleitoral, a data-limite para a coleta biométrica neste ano eleitoral é 8 de maio. Nos 150 dias anteriores às eleições, não é permitida nenhuma alteração.

Atualmente, dos mais de 152 milhões de eleitoras e eleitores aptos a votar nas eleições municipais deste ano (excluindo DF, Fernando de Noronha e Zona ZZ – exterior), cerca de 81,5% (pouco mais de 124,5 milhões) têm a biometria cadastrada na Justiça Eleitoral, segundo as Estatísticas Eleitorais.

Ainda, conforme Fernando Guetti, as pessoas que precisam se dirigir até o cartório são aquelas que têm alguma pendência (título cancelado; quem quer fazer alteração de gênero e já tenha o documento civil alterado; pessoas que se casaram e adquiriram o sobrenome do cônjuge). “Essas alterações não são impedimentos para poder votar. Se a pessoa está cadastrada com o nome de solteira e adquiriu o sobrenome do cônjuge, se separou e quer retirar o nome de casada ou ainda não fez a alteração de gênero, não tem problema para votar. Essas mudanças podem ser feitas após as eleições, isso não atrapalha na hora de votar”, disse.

Os procedimentos de mudança de local de votação, emissão de novos Títulos de Eleitor, dentre outros, poderão ser realizados até o dia 8 de maio. “Nós abrimos 10 novos locais de votação em Araguari, para contemplar vários bairros. Temos novos locais no bairro Vieno, residencial Madri, Morada de Fátima, Novo Horizonte, dentre outros”, destacou o chefe do Cartório Eleitoral.

Ressalta-se que, o horário de funcionamento do Cartório Eleitoral é das 13h às 18h. “Vamos fazer plantões aos sábados e domingos, ainda não definidos as datas, mas posso garantir no último fim de semana do mês de abril, no primeiro fim de semana do mês de maio, inclusive no feriado do dia 1º de maio”, esclareceu.

Com relação à procura dos jovens para emissão do primeiro Título de Eleitor, o chefe do Cartório Eleitoral disse que há bastante procura. “Vemos muitos eleitores com idades entre 16 e 18 anos procurando o cartório. Os eleitores que ainda não tem 16 anos, mas que irão completar até o dia das eleições, podem emitir o título”, explicou.

Fernando Guetti também destacou que os eleitores podem conseguir a segunda via do Título de Eleitor pela internet. “A impressão do título pode ser feita pela internet, basta acessar a página do TSE, preencher os dados e imprimir. Aquele título verdinho, com papel especial, não existe mais; inclusive a nossa impressão é feita em papel A4. O aplicativo e-Título funciona somente para quem tem a biometria cadastrada. Orientamos que até mesmo o eleitor que tem biometria cadastrada, leve

um documento de identificação com foto para a votação, para sanar qualquer dúvida que o presidente da mesa possa ter com relação à sua identificação. Neste ano, estamos pensando em fazer treinamentos presenciais somente com os presidentes das sessões, os demais mesários poderão fazer o treinamento pela internet. O eleitor que trabalha como mesário tem dois dias de folga, além de mais dois dias por causa do treinamento. Solicitamos aos eleitores que queriam trabalhar como mesário, que se dirijam ao Cartório Eleitoral ou liguem manifestando essa vontade”, concluiu Fernando Guetti.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: