Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Uberlandenses representam a cidade nas Paralimpíadas Escolares

qui, 21 de novembro de 2013 02:55
Foto: Divulgação

Dos 23 atletas que vão integrar a delegação mineira, quatro deles são de Uberlândia. Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – Uberlândia será representado por quatro alunos da rede municipal de ensino nas Paralimpíadas Escolares Brasileiras 2013, que acontecem entre 25 e 29 de novembro em São Paulo. No torneio, que é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, a expectativa é de que cerca de 1.300 atletas, de 12 a 19 anos, representem os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. Na etapa nacional, 23 atletas vão integrar a delegação mineira, representada por 115 pessoas, entre para-atletas, técnicos e dirigentes.

Os atletas disputarão as seguintes modalidades: bocha, judô, tênis de mesa, voleibol sentado, futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (paralisia cerebral), goalball, tênis em cadeira de rodas, natação e atletismo.

Os treinos dos quatro alunos da rede municipal vêm acontecendo na própria escola e no centro de treinamento do SESI Gravatás. Os paratletas Gustavo Henrique e Cínthia Cristyna disputarão a prova de atletismo; Vinicius Vergílio e Lucas Mesquita participam do futebol de sete. Os estudantes estão matriculados nas escolas Professor Sérgio de Oliveira Marquez e Professor Domingues Pimentel. As vagas para a etapa nacional foram conquistadas devido às vitórias nos Jogos Escolares Paralímpicos de Minas Gerais (Parajemg), que aconteceram em Belo Horizonte, de 18 a 20 de julho deste ano.

Para o coordenador do Programa de Atividade Física e Iniciação Esportiva para Pessoas com Deficiências, Rogério Borges, do Núcleo de Atendimento às Diferenças Humanas (Nadh) da Secretaria Municipal de Educação, o estímulo à prática de atividades esportivas proporciona a inclusão das pessoas com deficiência e pode ainda revelar possíveis nomes para representar o Brasil nas Paralimpíadas de 2016. “Os atletas estão motivados para a competição e esperam trazer bons resultados para a cidade”, disse.

As Paralimpíadas Escolares, consideradas como o maior evento escolar paralímpico do mundo, encerram o calendário anual de competições nacionais do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Os participantes são estudantes com deficiência física, visual ou intelectual, com faixa etária de 12 a 19 anos, regularmente matriculados em escolas do ensino fundamental, médio ou especial. As instituições são da rede pública ou particular com reconhecimento do Ministério da Educação.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: