Sábado, 16 de Janeiro de 2021
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Vereadores que concorreram à reeleição em Araguari perderam mais de 8 mil votos

ter, 24 de novembro de 2020 08:48

Da Redação

 

Dos atuais 17 componentes da Câmara Municipal de Araguari, 12 encararam o pleito de 2020, sendo que metade se reelegeu e a outra metade ficou pelo caminho. Conforme levantamento do jornal Gazeta do Triângulo, mais de 90% apresentaram queda em suas votações com relação às eleições de quatro anos atrás.

A perda de 11 candidatos chegou a 8.070 votos, alguns com reduções entre 50 e 70% dos seus eleitores. Para se ter uma ideia, Sebastião Joaquim Vieira, o Tiãozinho (PSL), obteve 1.260 votos no último dia 15 de novembro e 2.692 no pleito anterior, ou seja, uma queda drástica de 1.432 votos. Giulliano Sousa Rodrigues, o Tibazinho (PSB), teve 2.222 votos em 2016 e 1.120 neste ano, uma redução de 1.102.

Depois destes dois nomes considerados como “favoritaços” nas eleições para vereador em Araguari – ambos vitoriosos, as maiores reduções causaram danos, pois deixaram de fora nomes como Warley Ferreira de Morais, o Maravilha (PSB), Dhiosney de Andrade (PV) e Jander Sousa Patrocínio (PSB). O primeiro caiu de 1.544 para 530 votos, o segundo de 1.441 para 605 e o terceiro de 1.180 para 346 votos. Maravilha perdeu 1.014 eleitores, Dhiosney 836 e Jander 834.

Quanto aos demais vereadores da atual gestão, Cláudio Coelho Pereira (Solidariedade), Ana Lúcia Prado (PSB), Leonardo Rodrigues da Silva Neto, o Léo Mulata (Republicanos), e Wellington Resende, o Wellington das Botinas (PL) se reelegeram, também com uma queda considerável de votos, exceção de Wellington, o qual teve oito votos a mais.

Douglas Vieira Rodrigues Tosta, o Tiboquinha (PSB), Lúcio Flávio Rodrigues da Cunha, o Queijeira (PSB), e Carlos Antônio de Brito Machado (PL) foram outros com resultados decepcionantes. Queijeira, que viu dois colegas de bairros se elegerem, caiu de 940 votos para 378, Machado despencou de 895 para 362 e Tiboquinha de 1.070 para 574 votos.

Não concorreram ao Legislativo nas eleições deste ano: Levi de Almeida Siqueira, Luiz Antônio de Oliveira, o Luiz Construtor, Paulo Sérgio do Vale, Wanderlei Inácio, o Mãe Preta, e Wesley Marcos Lucas de Mendonça.

1 Comentário

  1. Anônimo disse:

    Vários já estão fazendo é hora extra aí nessa câmara. Tem que deixar às pessoas que nunca foram ganharem um dinheirinho gordo, robusto também.

Deixe seu comentário: