Sábado, 16 de Janeiro de 2021
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Coluna: Fora da Curva

sex, 27 de novembro de 2020 11:40

FORA

 

 

 

 

 

 

 

 

“ …a democracia dá aos “vitoriosos” a obrigação prazerosa de trabalhar pelo povo e, aos derrotados, a nobre missão de continuar a defender os interesses dos cidadãos e os valores da cidadania…”

Muito Obrigado!
Com muita alegria, tenho o privilégio de estrear neste que é um dos mais nobres espaços jornalísticos do Triângulo Mineiro e, seguramente, dentre os mais tradicionais veículos de imprensa escrita de Minas Gerais, nosso querido e octogenário jornal “Gazeta do Triângulo”. Aos diretores Darli Amaral e Lucas Amaral, e a toda excelente equipe da redação, externo minha profunda gratidão pela amizade e, sobretudo, a confiança, que será valorizada e muito honrada!

O que disseram as urnas…1º
Vencedores e vencidos à parte, precisamos refletir sobre o que realmente foi extraído como resultado das apurações de 15 de novembro. Como participante nas duas últimas disputas ao “Palácio dos Ferroviários”, compartilho a opinião de que o processo eleitoral ainda é percebido como uma “gincana” para parte expressiva da população: a percepção dos “mais fortes e favoritos” ainda se dá (infelizmente!) muito mais em função do volume visual de campanha (adesivos, bandeiras, materiais impressos, carreatas) e da pujança econômica dos apoiadores do que, realmente, por desenvoltura técnica e propostas de governo. Ou seja, faltar a debates promovidos por instituições sérias e interessadas pelo bem da cidade, ao fim, se tornou um “bom negócio” …

…O que disseram as urnas…2º
Das eleições de 15 de Novembro, tanto para o Executivo quanto para o Legislativo, surgem novos nomes, com novas expectativas, mas não há – até o momento – sinalização de novas direções e novas posturas que tanto precisamos por aqui. Felizmente, a democracia dá aos “vitoriosos” a obrigação prazerosa de trabalhar pelo povo e, aos derrotados, a nobre missão de continuar a defender os interesses dos cidadãos e os valores da cidadania.

O que vem por ai?
Ilusão imaginar que os primeiros meses do novo governo será fácil. Não será! A prefeitura registrou no último Relatório Resumido de Execução Orçamentária, expedido em Agosto passado, um déficit nominal nos últimos 12 (doze) meses próximo a 80 milhões. Apenas nos meses de Julho e Agosto, a diferença negativa entre receitas e despesas superou a barreira dos 13 milhões.

Temos saída?
Com um absurdo número superior a 300 cargos políticos (cargos “de confiança”), cuja folha mensal ultrapassa a marca de R$1,1 milhões, agregado a queda na arrecadação de receitas tributárias (IPTU 2020 em quase 30%), não haverá espaços para nomeações políticas e negociações partidárias tão apreciadas pela “política tradicional”; caso o novo governo realmente desejar ser diferente deste que está a 5 semanas do fim.

Pra pensar… 
Para além do desafio econômico, a recuperação das perdas pedagógicas será a mais importante tarefa dos próximos meses, tanto em Araguari, como em todo o Brasil. Num cenário ainda pandêmico – ainda sem vacina (s) – , por aqui, registra-se que a imediata inclusão digital em nossos bairros, sob qualquer cenário, deverá ser tarefa de primeira hora para que qualquer iniciativa seja realmente inclusiva aos quase 7 mil estudantes da rede municipal e aos quase 12 mil da rede estadual.

Até a próxima semana!

9 Comentários

  1. Jonalvo disse:

    Parabéns sr. Darli e Lucas Amaral . Excelente aquisição. Nílton é um artista nato com as palavras e, emérito profissional com gestão pública. Passou e deixou sua marca, reforçando nossa amizade quando fomos colegas de secretarias municipais. E, olhem que, numa época que dispenso ao menos lembrar, e, se eu pudesse, varreria da minha mente pra sempre. Mas, Nilton foi parte boa daquele tempo, e, como Deus escreve certo por linhas tortas, da minha vinda pra cá, iludido com prestar serviço digno à minha cidade, restou-me uma outra família através do convite do Ilmo. Sr. Defensor Público Federal Chefe, o também Araguarino, Dr. Luciano Silva, pra que eu fosse cedido do Ministério da Agricultura para a Defensoria Pública da União, casa essa que me abrigou e onde estou à frente de nobre missão desde 2013. Mas, voltando ao assunto Nilton e Gazeta do Triângulo, olhem a lucidez de quem GANHOU TODOS OS DEBATES DE QUE PARTICIPOU, olhem a lucidez e intelectualidade nas palavras e orações diretas. Nilton é isso. Agora, mais do que nunca, a leitura do Gazeta será ratificada como compulsória, visto já ser extremamente prazerosa, na minha habitualidade de muito tempo. O time ficou MUITO FORTE. Grande abraço Nilton – futuro prefeito de Araguari. Sim, em breve você estará à frente de nossa cidade, creio até ser no próximo pleito. Araguari, não o perderá. não deixaremos. Grande abraço, mestre !

  2. Tatiana Rettenmaier de Paula disse:

    Parabéns ao Jornal Gazeta do Triângulo, pela aquisição de tão sensacional colaborador.
    Que bom Nilton Eduardo, poder beber semanalmente de fonte tão cirúrgica e sensata, sobre a realidade de Araguari.
    A cidade agradece, exatamente pq precisa ter uma fonte confiável, principalmente neste momento tão delicado que vivemos.
    Sucesso a ambos nessa nova empreitada!

  3. Cicera Luisa Alves disse:

    Eu sou leitora diária, a gazeta do triângulo e todo Araguari é região, ganhou um tesouro. Esse cara, como boa Paulista que sou, é muito bom. Escreverá com isenção. Isso, sempre é o diferencial, de quem tem a responsabilidade de escrever para ao povo, de um modo geral. Jornalismo de opinião.

  4. Renata Mendes disse:

    Fico muito feliz em ver esse excelente profissional fazendo parte dessa equipe tão conceituada em Araguari! Todos nós só temos a ganhar com suas opiniões e seu conhecimento. Parabéns ao Jornal Gazeta e a você, Nilton Eduardo!

  5. Nilton Junior - Xará disse:

    Se o jornal Gazeta do Triangulo já era prazeroso em folhear suas páginas, com esse amigo e grande pensador, o Jornal e a cidade de Araguari só tem a ganhar. Parabéns Xará e ao impar jornal.

  6. Janis Peters Grants disse:

    Prezado Nilton Eduardo,

    Sucesso na nova empreitada. Ao dom da redação …

    “Curva de Rio” à parte, este Pleito Araguarino transcorreu conforme esperado. Acirrado.

    Temos nas Redes Sociais, imenso contingente de Cidadãos se manifestando no CONTROLE SOCIAL. Esplêndido !!!

    Em pauta: ABUSO DO PODER ECONÔMICO.

    Aqui, do outro lado do rio, da FRONTEIRA, o que daí, é entendido como LEGAL, NORMAL, é pelo M.P.Eleitoral RECOMENDADO que CESSEM.

    - É ILEGAL !!! É IMORAL !!!

    É M.uita cara de P.au !!!

    Parece-me aqueles filmes americanos… pulou “corguinho”… Parada Federal.

    Atenciosamente,
    Janis Peters Grants.

    http://www.mpf.mp.br/rj/sala-de-imprensa/noticias-rj/mpf-recomenda-a-deputada-federal-que-comprove-sua-postagem-discriminatoria-com-estudos-cientificos

  7. Janis Peters Grants disse:

    Opa… Errata … proposital !!! Sempre temos OPORTUNIDADE de corrigirmos, revemos nossos conteúdos, atos e atitudes. Decisões e determinações.

    É do Ser Humano. Isso sim, é normal.

    ;-)

    http://www.mpf.mp.br/go/sala-de-imprensa/noticias-go/mp-eleitoral-recomenda-a-deputada-federal-flavia-morais-que-cesse-pratica-de-abuso-de-poder-economico

  8. Eliane disse:

    Não existe nada melhor do que conhecer a pessoa em quem se vota, mas não é conhecer o lado falso e sim o lado verdadeiro. Vereador eu não voto, devido ao pluripartidarismo e devido ao direito de reeleição. Quando acompanhamos governos de certos políticos a gente conhece bem o caráter de cada um. Por exemplo tem político que não tem emprego e aí tem tempo para articular esquemas.
    Quer conhecer o lado verdadeiro é só conversar com pessoas que já levaram golpe e trabalharam particular para o fulano. As pessoas deveriam começar a votar aos trinta anos, porque antes ninguém tem noção, são ludibriado, inclusive começamos a ficar com raiva quando percebemos que o político ganha muito dinheiro e não conseguimos nem arrumar um emprego. Tem pessoas que ajudam um candidato em troca de uma rachadinha. Não fui em carreata de ninguém, não vendo voto, se vendesse não votaria no candidato porque o dinheiro é nosso mesmo. Não gosto de pessoas que prometem coisas mirabolantes, porque no final vai sair é uma obra de oitava categoria. Votei super consciente.

  9. Eliane disse:

    Quem faz o progresso da cidade são as pessoas que constroem casas, prédios, são os empresários que investem na cidade. O governo Federal ao longo do tempo fez alguns prédios para a cidade como o INSS, O BB, A Caixa, o Forum. O patrimônio deles que não rende dinheiro todo sucateado. O governo de Minas de uns tempos para cá, além de não fazer nada, ainda quer vender e acabar com o que tem. Pelo que agente estuda, politico antigo, ainda tinha palavra, quando prometia alguma coisa cumpria. Hoje em dia é só ganância por dinheiro. O asfalto do Brasil é essa camada fina, porque os políticos não oferecem dinheiro que dá para fazer um asfalto igual da Alemanha e demais países de primeiro mundo. Político morre de medo de morar bem e o povo descobrir e não votar nele mais. O Nilton Eduardo daria um ótimo deputado estadual.

Deixe seu comentário: