Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Artesãs araguarinas participam do 16º Salão do Artesanato

qui, 23 de novembro de 2023 08:07

Da Redação

Artesãos do Amapá, de Minas Gerais, da Bahia, do Piauí e do Ceará que ocuparam o espaço da Conart
Divulgação

Entre os dias 15 e 19 de novembro, em Brasília (DF) aconteceu 16º Salão do Artesanato “Onde o Brasil encontra a sua arte”. Na oportunidade, duas artesãs araguarinas, Fernanda Debs e Raquel, representaram o município; convidadas pela Federação do Artesão Mineiro, com o apoio da Prefeitura de Araguari, através da Fundação Araguarina de Educação e Cultura; para estarem no espaço da Confederação Brasileira dos Artesãos – Conart.

Ressalta-se que, o Salão do Artesanato acontece em Brasília desde 2008, com 13 edições realizadas na capital do Brasil e duas em São Paulo, e está entre os maiores

encontros de artesanato do país. A cada ano, são expostas peças artesanais de mais de mil artesãos. O evento conta com a participação de todos os estados brasileiros e grandes parcerias como do Programa do Artesanato Brasileiro – PAB/Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Ministério do Turismo/Governo Federal, Pátio Brasil Shopping, Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal e patrocínio do Sebrae.

Segundo a organização do 16º Salão do Artesanato, dentre os objetivos do encontro, estavam: reunir os 26 estados brasileiros e Distrito Federal e suas comunidades artesãs, em um evento que mostra a grande diversidade da produção artesanal, incentivando a comercialização desses produtos. Expor mais de 40.000 peças, estimulando o mercado para o consumo dos produtos artesanais, pela possibilidade de identificação com produtos regionais, conhecimento das técnicas e materiais utilizados, histórico dos produtos, beleza e riqueza agregadas à produção. Realizar Rodada de Negócios com aproximadamente 50 lojistas nacionais e 5 internacionais, buscando novos mercados para o artesanato. Destacar a produção cultural e turística dos estados e das cidades participantes, através de apresentações de música, dança, teatro e outras manifestações artísticas populares (apresentações diárias) e exibição de filmes, fotos e divulgação de roteiros turísticos (realizadas nos estandes). Promover a troca de experiências entre artesãos de várias regiões, com oficinas e palestras, onde diferentes técnicas e matérias-primas são mostradas e ensinadas.

“Cumprimos nossa missão, com muito aprendizado, troca de informações; muitos contatos. Obrigada a todos que tornaram esse sonho possível, sonhando conosco”, declarou a artesã araguarina Fernanda Debs.

3 Comentários

Deixe seu comentário: