Quarta-feira, 19 de Junho de 2024 Fazer o Login

Áreas pleiteadas para instalação de frigorífico de peixes podem ser barradas pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente

sex, 22 de novembro de 2013 14:08

DA REDAÇÃO – Com o objetivo de averiguar as normas para instalação do Frigorífico de Peixes em Araguari, o secretário de Agricultura Mauro César Rodrigues informou sobre legislação do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) e norma da Aeronáutica  que pode barrar os locais pleiteados.

Segundo ele, as últimas duas áreas escolhidas pela prefeitura por meio da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo foram aprovadas pelos investidores, no entanto, podem ser excluídas conforme a lei. “Talvez elas não correspondam às exigências legais em relação a distância, que precisa ser superior a 13 raios de km da cabeceira do Aeroporto. Por isso, ainda estamos estudando a situação”, afirmou o secretário de Agricultura.

Em entrevista, ele disse que a ação faz parte das tratativas que estão sendo feitas pelas secretarias de Agricultura, Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Turismo, e caso as áreas não estejam de acordo, outras serão analisadas a fim de colocar em prática o projeto de piscicultura o mais breve possível. “Diferente do que foi veiculado em rede social, os investidores do projeto (grupo MRP – Piscicultura Industrial Ltda) continuam interessados. Araguari apresenta as condições necessárias para implantação do Frigorífico, que terá investimento final de R$ 37 milhões. As expectativas são as melhores possíveis e o nosso objetivo é agir de acordo com a lei, mesmo porque o investimento é muito alto”, esclareceu Mauro César.

A reportagem conversou com Eudécio Casasantao autor do projeto econômico financeiro da empresa e consultor da MRP, que reafirmou a vontade do grupo investir no município. “Pode ser que haja atrasos devido à área, no entanto, a documentação foi entregue ao prefeito na última semana. Confiamos no projeto, bem como, na prefeitura que irá ceder o terreno”, informou.

Em relação aos benefícios, o secretário de Planejamento, Nilton Eduardo Castilho Costa e Silva disse que o empreendimento para Araguari fortalecerá o desenvolvimento econômico, sobretudo, em relação à geração de empregos e aumento da cadeia produtiva. “Teremos muita responsabilidade ao incrementar o pólo da piscicultura, sendo assim, precisamos preparar a sociedade para receber isso. Além de atender uma demanda muito grande dos empresários e pequenos produtores, vamos acatar as demandas regionais de uma maneira mais profissional”, relatou Nilton Eduardo.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: