Quinta-feira, 26 de Novembro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Coluna: Pergunte ao Doutor (30/10)

sex, 30 de outubro de 2020 15:50

Abertura-pergunte-ao-doutor

1 – O que é AVC?

AVC, popularmente conhecido como derrame, é um evento neurológico repentino e, dependendo do tamanho, localização e contexto clínico, pode trazer prejuízo definitivo na vida do paciente. O AVC pode acontecer com qualquer pessoa, a qualquer hora e em qualquer lugar. 1 em cada 4 (#1in4) de nós terá um AVC ao longo da Vida! Não deixe que seja você! O AVC é uma das principais causas de morte e incapacidade em todo o mundo, mas com as atitudes corretas, 90% dos casos podem ser evitados

 

2-Quais os tipos de AVC?

AVC é dividido em isquêmico, que é o mais comum, correspondendo a cerca de 80% dos casos, em que ocorre uma interrupção do sangue dentro de uma artéria que nutre uma parte do cérebro; e o hemorrágico, em que ocorre ruptura de um vaso dentro ou ao redor do cérebro, causando estrago e disfunção de determinada região.

 

3-Quais são as peculiaridades do AVC?

O AVC é a principal causa de morte no Brasil e a principal causa de incapacidade no mundo.
A cada 5 minutos um brasileiro morre em decorrência do AVC, contabilizando mais de 100 mil mortes por ano.
1 a cada 6 pessoas no mundo terá um AVC durante a sua vida.
2 milhões de neurônios morrem a cada minuto que passa, da pessoa que foi acometida com AVC.
Pode acometer qualquer raça, faixa etária, sexo.

 

4-Qual é o objetivo da Campanha Mundial de Combate ao AVC?

O AVC é a segunda causa de morte no mundo e a primeira causa de incapacidade. E pode acontecer em qualquer um, em qualquer idade, afetando a todos: pacientes, familiares e amigos. A prevenção pode evitar 90% dos casos e o reconhecimento dos sinais de alerta do AVC e o rápido tratamento de urgência em um centro de AVC diminui a chance de sequelas. A cada ano, 13,7 milhões de pessoas tem um AVC no mundo, 5,5 milhões morrem e atualmente, existem 80 milhões de sobreviventes de AVC. Com foco na prevenção do AVC, a campanha de 2020 “Don’t be the One” (“Não Deixe que Seja Você”) visa aumentar a conscientização sobre o risco individual de AVC e equipar ao máximo as pessoas com informações e ferramentas de prevenção que podem salvar vidas.

O foco deste ano será na atividade física, que tem um grande impacto na redução do risco de AVC. O sedentarismo tem um risco atribuível para o AVC de 36% (explica 36% do risco de AVC) e a atividade física, idealmente 30 minutos por dia, 5 vezes por semana, reduz o risco de AVC.

 

5- O AVC pode ser evitado?

Sim. Cerca de 90% dos casos de AVC podem ser evitados apenas com prevenção.
Conheça os seus próprios fatores de risco: pressão alta, diabetes, colesterol alto.
Seja ativo e faça atividade física regularmente.
Controlar o peso e a gordura abdominal.
Mantenha uma dieta saudável rica em frutas e vegetais e com pouco sal, para se manter saudável e com pressão sanguínea baixa.
Limite o consumo de álcool.
Evite o hábito de fumar. Se você é fumante, procure ajuda e pare imediatamente.
Aprenda a reconhecer os sinais de alerta do AVC.

 

6-Como reconhecer os sinais de alerta do AVC?

Se você acha que alguém possa ter tido um AVC, faça essa verificação: SAMU.
Sorriso: Peça para dar um sorriso. Existe assimetria?
Abraço: Peça para elevar os braços. Um lado está fraco?
Música: Repita a frase como uma música. A pessoa consegue falar? Possui fala embaralhada?
Urgente: Aja rapidamente, buscando atendimento médico de emergência imediatamente. Ligue SAMU 192.

 

7-Onde o paciente que teve AVC deve ser atendido?

Todos pacientes de AVC (Isquêmico ou Hemorrágico) devem ser atendidos em uma unidade especializada em AVC com uma ala designada e por uma equipe especializada, Unidade de AVC, que aumenta a chance de boa recuperação em 14%.

Para pacientes com AVC isquêmico devem usar medicamentos chamados de trombolíticos que dissolvem os coágulos sanguíneos. Esse tratamento pode ser administrado até 4 horas e meia após o surgimento dos sintomas. Quanto antes o paciente for tratado, maior é a eficácia.

Participem da campanha, mostrem que vocês também se importam… juntos podemos evitar o AVC!

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: