Terça-feira, 25 de Junho de 2024 Fazer o Login

Casos e histórias pitorescas de Araguari

sáb, 14 de dezembro de 2013 00:33

abertura Cantinho do Mário
Eu não conhecia o outro lado do Zé. Sempre o vejo sarcástico, gozador, mas, dia desses tive uma surpresa: ele é um filósofo nato.
Quando do passamento de sua mãe, estivemos no cemitério nos despedindo do corpo de sua genitora. Ao passarmos próximo a um túmulo ricamente ornado o Luiz fez um comentário:
“-Quem fez este túmulo deveria amar muito a seus parentes.”

O Zé deu um sorriso triste e lascou:
“-Este é apenas o último ato de orgulho. Geralmente as pessoas querem eternizar sua presença na Terra e se esquecem de que isto se faz pelas nossas obras. O que está no caixão são apenas os despojos da alma que devolvemos a natureza; só nos sobra o espírito rico ou pobre conforme nossos atos morais.”

Fizemos silêncio e fiquei matutando:
“Eta Zé, sempre nos surpreendendo.”

Mas… aprendi.

Quem não tem dinheiro…

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: