Sexta-feira, 17 de Maio de 2024 Fazer o Login

Cadastramento biométrico não será realizado em Araguari e região

ter, 14 de janeiro de 2014 02:42
O recadastramento eleitoral biométrico garante mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. Foto: TSE

O recadastramento eleitoral biométrico garante mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. Foto: TSE

SAMARA ARRUDA – A Justiça Eleitoral não irá efetuar o cadastramento biométrico nos municípios de Araguari e Indianópolis, segundo a convocação do Tribunal de Justiça Eleitoral em rede nacional. A informação foi repassada pelo chefe da 16ª Zona Eleitoral, Fernando Guetti.

Conforme ressaltou, ainda não há previsão para a realização do serviço na região, o que somente deve ser definido pelo TSE após as eleições deste ano. “Muitos eleitores, principalmente idosos e moradores da zona rural têm procurado o Cartório após assistir à propaganda na televisão. Mas este chamamento do TSE não especifica as datas para cada região, confundindo os cidadãos,” explicou.

A terceira fase do Programa de Identificação Biométrica do Eleitor, em Minas Gerais, iniciou-se no dia 6 de março de 2013. O TSE possui um cronograma específico que pode ser verificado através do endereço eletrônico www.tse.jus.br. Na última eleição, apenas 60 cidades votaram utilizando a nova tecnologia que permite identificar uma pessoa por meio de características biológicas.
Atualmente Araguari conta com 84.921 mil eleitores aptos, cadastrados na 16ª Zona Eleitoral. A orientação é que os eleitores aguardem as informações do próprio Cartório. “Para a nossa região acreditamos que esse serviço seja realizado em 2015, e todas as datas serão divulgadas pela imprensa com antecedência para que o eleitor saiba quais os procedimentos, conforme a determinação do TSE,” ressaltou Fernando Guetti.

A Justiça Eleitoral adotou essa técnica para reconhecer os eleitores na hora da votação através da identificação por meio das impressões digitais. A implantação será gradual até atingir 100% do eleitorado em 2018, conforme expectativa do Tribunal Superior Eleitoral. A principal vantagem do sistema biométrico é a segurança, pois elimina a possibilidade de um indivíduo votar no lugar de outro, não haverá dúvidas quanto à identidade de cada eleitor.

Segundo balanço do TSE, nas eleições deste ano, mais de 22 milhões serão identificados pelas digitais. De 2012 a 2014, o programa de identificação biométrica recadastrará  cerca de 14 milhões de eleitores, que se juntarão a outros sete milhões recadastrados.

Mesário Voluntário

Os araguarinos podem se inscrever para participar como mesários do processo de escolha dos nossos representantes políticos. O cadastramento pode ser feito na 16ª Zona Eleitoral de Araguari situada à rua Quinca Mariano, 337, Centro. “A inscrição é espontânea e será feita até o mês de novembro. Para participar basta que o interessado venha até o Cartório e apresente os documentos pessoais e comprovante de residência,” falou.

O TRE-MG implementou, desde 2004, o Projeto Mesário Voluntário. A Justiça Eleitoral mineira necessita de cerca de 190 mil mesários para a realização das eleições no Estado. O exercício da função de mesário pode valer como critério de desempate em concurso público, caso haja essa previsão no edital. Entre os benefícios estão, o direito de se ausentar do trabalho pelo dobro dos dias trabalhados nas eleições.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: