Terça-feira, 23 de Julho de 2024 Fazer o Login

Vereadores discutem projeto de limpeza pública com representantes do Executivo

sex, 28 de fevereiro de 2014 00:26
Reunião na Câmara Municipal esclarece  das diretrizes da proposta em Araguari

Reunião na Câmara Municipal esclarece das diretrizes da proposta em Araguari

P.J. GODOY – Uma nova realidade da limpeza pública local. Essa é a premissa que norteia um projeto do governo municipal, a fim de ampliar as ações do serviço no município. Na última quarta-feira, 26, a prefeitura divulgou o edital para as empresas interessadas em executar a iniciativa.

Diante do avanço da proposta, a comissão de obras e serviços públicos da Câmara Municipal solicitou uma reunião para esclarecimentos dos representantes do Executivo. Presidente do grupo, o vereador Wesley Lucas de Mendonça (PPS) atribuiu um saldo positivo ao encontro.

“Fiquei satisfeito com a explanação do secretário de Serviços Urbanos, bem como do engenheiro responsável pela elaboração dos projetos. Vamos trabalhar para que a população possa receber um serviço digno perante o valor que ela própria paga pelas taxas. Enquanto presidente da comissão agradeço aos demais vereadores, os representantes da prefeitura e a imprensa, que é essencial para buscarmos essas melhorias”, destacou.

Além de Wesley Lucas, estiveram presentes os vereadores José Miranda Cardoso (PR) e Eunice Maria Mendes (PMDB), o engenheiro Claudio Paes de Almeida e o secretário de Serviços Urbanos, Odon de Queiroz Naves. Na ocasião, o titular da pasta apontou as nuances da proposta, que amplia a limpeza em nove setores do município, aumentando o funcionamento para cada região.

Odon Naves destacou a importância da participação da comunidade para o sucesso da iniciativa. Ainda assim, reiterou acerca do interesse em oferecer um fiscal para cada setor de planejamento do projeto. Para Wesley Lucas, algumas alternativas devem ser levadas em consideração.

“A reunião foi proposta para conhecer todo o processo que irá nortear a limpeza em Araguari nos próximos anos. Um dos setores que mais gera reclamações é esse tema e precisamos cobrar a eficiência na ações. Sugeri que fosse ampliada a divulgação dos dias e locais que o serviço será executado, com um telefone específico para que o cidadão possa acompanhá-lo”, apontou.

Divulgado essa semana, o edital é avaliado em R$ 4.805.000,00. As empresas interessadas têm até abril para promover os estudos necessários e apresentar a proposta.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: