Domingo, 19 de Maio de 2024 Fazer o Login

Solenidade de apresentação do Serviço Família Acolhedora acontece amanhã

ter, 14 de maio de 2024 10:18

Da Redação

O encontro acontecerá na Capela do Imepac
Divulgação

Amanhã, 15, às 14h, na Capela do Imepac, localizada na avenida Minas Gerais, 1889, Centro, a Beneficência Evangélica Araguarina, juntamente com a Prefeitura de Araguari realizarão a solenidade de apresentação do Serviço Família Acolhedora.

Ressalta- se que, o Serviço Família Acolhedora (SFA) é uma modalidade de acolhimento que tem como objetivo oferecer proteção integral às crianças e adolescentes que precisam ser afastados temporariamente de sua família de origem ou extensa por medida de proteção. O acolhimento deve ser a última medida para garantia dos direitos de crianças e/ou adolescentes, após se

esgotarem as outras possibilidades de apoio à família de origem pela rede de serviços.

Segundo o Art. 101, §1º, do ECA, a medida protetiva de acolhimento, institucional ou familiar, é sempre excepcional e provisória. O Art. 19, § 2º ainda coloca que a permanência da criança ou do adolescente no serviço de acolhimento não deverá se prolongar por mais de 18 meses, salvo comprovada a necessidade.

A importância de determinar um tempo limite para o acolhimento está relacionada, portanto, ao intuito principal da medida protetiva, de reintegrar a criança e/ou o adolescente à sua família de origem e/ou extensa ou inseri-la em família por adoção, quando comprovada a impossibilidade de reintegração familiar.

“As famílias acolhedoras são selecionadas, recebem formação e acompanhamento constante para oferecer a atenção adequada a cada criança e adolescente sob seus cuidados. Sua finalidade é proporcionar cuidados individualizados, buscando desenvolver esses menores de maneira integral e saudável. Além de ser outra opção de acolhimento. É um trabalho social que tem começo, meio e fim. Mas o resultado é para sempre”, disse a Beneficência Evangélica Araguarina.

É bom mencionar que, podem participar do Serviço Família Acolhedora, homens e mulheres que não estejam cadastrados para adoção e que tenham disponibilidade para acolher e cuidar da criança ou adolescente por um tempo, sabendo que eles poderão voltar para suas famílias, ou até mesmo serem adotados. Além disso é preciso se encaixar nos seguintes critérios: ter 21 anos de

idade ou mais; ser residente do município de Araguari, há pelo menos dois anos; não possuir antecedentes criminais; não apresentar problemas psiquiátricos e/ou dependência de substâncias psicoativas, através de atestado de saúde mental e psicológica; possuir disponibilidade para participar do processo de habilitação e das atividades do serviço.

Para mais informações, é necessário procurar o Serviço Família Acolhedora do município, em sua sede, que fica localizada na avenida Bahia, 600, na BEA – Beneficência Evangélica Araguarina. Funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: