Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Situação de ex-funcionários do transporte coletivo preocupa Legislativo

sex, 7 de fevereiro de 2014 00:59
A vereadora Eunice Mendes acompanhou um grupo de ex-funcionários no dia 31 de janeiro. Foto: Divulgação

A vereadora Eunice Mendes acompanhou um grupo de ex-funcionários no dia 31 de janeiro. Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – A Comissão de Serviços Públicos juntamente com a Comissão de Trânsito e Transportes da Câmara Municipal continua acompanhando o cumprimento do acordo entre a Empresa Expresso Cidade e seus ex-funcionários.

De acordo com a vereadora Eunice Mendes (PMDB) que vem acompanhando o caso de perto, o acordo firmado na sede da Vara do Trabalho de Araguari previa o pagamento da primeira parcela dos direitos dos contratos rescisórios até o dia 17 de dezembro de 2013. “Essa primeira parcela foi paga em Juízo e a partir da segunda, o SINDTTRANS (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Uberlândia e Região) ficaria responsabilizado por fazer o pagamento individual, bem como apresentar o valor remanescente devido ao tempo de serviço prestado à empresa Expresso Cidade.”

A vereadora acompanhou um grupo de ex-funcionários no dia 31 de janeiro à sede da empresa Expresso Cidade no SINDTTRANS com o intuito de solicitar que seja entregue a cada um, cópia das rescisões contratuais com os devidos valores a serem pagos, a escala dos futuros pagamentos, bem como o valor de venda dos ônibus disponibilizados pela empresa Expresso Cidade para a quitação dos débitos com seus ex-colaboradores.

1 Comentário

  1. Luciano pereira silva disse:

    e com relaçao aos funcionarios da USINA ARAGUARI? todos saíram com uma mao na frente e outra atras, nao receberam nada, nem rescisao, nem os salarios atrasados, nem 13°, entre outros, a empresa diz nao ter dinheiro, mas estao moendo cana em Araxá, estao montando a usina com o suor dos funcionaios, e o que é pior, nao tem ninguem por eles, isso nao seri a pauta para o jornal? Fica registrada aqui minha indignaçao.

Deixe seu comentário: