Quinta-feira, 11 de Julho de 2024 Fazer o Login

Radares: secretário de Trânsito esclarece alguns questionamentos da população

qui, 11 de julho de 2024 09:04

Da Redação

Araguari possui quinze radares instalados em diversos pontos da cidade
Divulgação

Os radares situados em pontos estratégicos dentro do município desempenham um papel crucial na gestão e segurança do tráfego urbano. Eles são essenciais para monitorar e controlar a velocidade dos veículos, ajudando a reduzir o número de acidentes e garantir vias mais seguras para todos os usuários, incluindo motoristas, ciclistas e pedestres.

Ao fiscalizar e aplicar as normas de trânsito de maneira consistente, os radares não apenas desencorajam o excesso de velocidade, mas também educam os condutores sobre a importância de respeitar os limites de velocidade estabelecidos. Isso não só melhora a segurança viária, prevenindo colisões e atropelamentos, mas também contribui para a redução de congestionamentos e melhoria do fluxo de tráfego em áreas críticas.

Em Araguari, segundo o secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade Urbana, Coronel Elias, os radares foram instalados através de processo licitatório, que contratou a empresa. Essa empresa foi aconselhada a seguir toda a previsão legal estabelecida tanto no Código de Trânsito Brasileiro, quanto na Resolução do Contran, que trata sobre o tema. “Existe um levantamento de pontos, que são locais de maior propensão a acidentes. Os radares foram instalados de forma a antecipar e evitar acidentes. O equipamento deve ter toda a capacidade técnica, sendo licenciado para esse tipo de atividade. A empresa faz a instalação do equipamento, que passa por um período de teste, depois funciona em caráter educativo, e por fim o Inmetro afere todos os radares, só depois disso, os radares recebem a licença para poderem entrar em operação. Temos quinze pontos de radares em Araguari, sendo treze pontos de marcação de velocidade e dois pontos que marcam excesso de velocidade e controlam os veículos que desrespeitam a sinalização nos semáforos. Todos os nossos radares estão em operação”, disse.

Os radares estão localizados nos seguintes pontos: av. Mato Grosso, nº 641, Paraíso; av. Mato Grosso, praça 3,

Paraíso; av. Santos Dumont, 891, Jardim Regina; av. Cel. Belchior de Godoy, nº 1058, Goiás; av. Cel. Belchior de Godoy, nº 1051, Goiás; av. Brasil, nº 1365, Brasília; av. Codornas x Rua Iturama, s/n, Sibipiruna; av. Teodoreto Veloso de Carvalho, nº 717, Sibipiruna; av. Teodoreto Veloso de Carvalho, nº 1608, Sibipiruna; av. Brasil, n° 2400, Fátima; av. Brasil, n° 2595, Fátima; av. Brasil, n° 1920, Brasília; av. Batalhão Mauá, n° 1992, Santa Helena (Ambos sentidos); av. Marcílio Dias, 427, Jardim Regina (Radar Fixo Semafórico); av. Santos Dumont, 210, Jardim Regina (Radar Fixo Semafórico).

Recentemente alguns motoristas estão reclamando dessa fiscalização, alegando que a velocidade não está sendo aferida da forma correta, com relação a esse assunto, o chefe da pasta de Trânsito esclareceu o que está acontecendo. “Os radares estão instalados tanto em pistas simples, quanto em pistas duplas, como por exemplo a pista da avenida Mato Grosso. Nesse local temos dois sensores de radar em cada lado da pista, onde podem passar dois carros ao mesmo tempo. O radar da direita tem os sensores que marcam o excesso de velocidade, com o sensor da esquerda acontece a mesma coisa. Esses radares filmam e gravam todas as placas de veículos que passam pelo local, não somente aqueles que excedem a velocidade. Esse é um trabalho que estamos fazendo com a Polícia Militar, onde todas essas informações são passadas para a PM, se algum veículo, produto de furto, passar pelo local e a placa estiver constando no sistema, a Policia Militar será notificada e poderá acompanhar. Além disso, se algum produto for usado em crime, passar por algum dos pontos de radar,

ou pelas câmeras que a PM tem pelo município, irá acusar. Os radares não são usados somente para a questão do trânsito, mas sobretudo para a questão da segurança no município”, pontuou.

Ainda, conforme o coronel Elias, todos os dias o sistema faz a verificação dos radares. “Se tiver um pique de energia, o sistema será reiniciado. Nesse momento, os radares podem ficar piscando, ou marcar uma velocidade diferente, mas isso é uma adequação do sistema. Nós não temos como antecipar essa verificação, pois não sabemos quem foi notificado ou não. Orientamos os motoristas a fazerem a adesão ao Carteira Digital, do gov.br, pois as notificações são recebidas rapidamente, e assim temos como verificar. O motorista poderá fazer a Defesa Prévia, se o radar estiver com problema, a notificação será tirada do sistema. No caso dessas pistas que têm dupla marcação de radar, se o motorista está em uma faixa de direção e mudar para outra, no transcorrer da marcação do radar, será demonstrado pelo radar que houve essa mudança. Essa mudança brusca vai identificar que o condutor passou para outra faixa, em uma velocidade sem obedecer aos sensores que tem do outro lado da pista, indicando o excesso de velocidade”, finalizou o secretário.

1 Comentário

  1. RONALDO VIEIRA disse:

    O SECRETÁRIO DE TRANSITO ESTA DE PARABENS. OS ARAGUARINO, TEM QUE PENSAR QUE ARAGUARI, ESTA CAMINHANDO COMO UMA CIDADE GRANDE. COMO TODA CIDADE GRANDE TEM OS SEUS RADARAS E NÃO QUEBRA -MOLAS.ISSO JÁ É PASSADO(QUEBRA MOLAS)

Deixe seu comentário: