Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Radar – Ovelha negra?

qui, 10 de julho de 2014 00:01

Abertura Radar
charge 10072014
OVELHA NEGRA?
Ontem a coluna falou sobre quem será o escolhido para coordenar a campanha do candidato ao governo Pimenta da Veiga (PSDB). Mesmo estando na base de apoio do candidato tucano, a ligação do ex-vereador e candidato a deputado estadual “Luiz Porcão” (PTN) ao candidato a deputado federal Newton Cardoso Junior (PMDB), filho do ex-governador e atual deputado federal Newton Cardoso (PMDB) teria sido levada ao conhecimento do candidato tucano, isso por que o PMDB apoia o candidato Fernando Pimentel (PT).

DENTRO, MAS FORA
Apesar de desistir da sua candidatura a deputado federal, o nome de “José Vitor” consta no site do TRE – Tribunal Regional Eleitoral como candidato a deputado federal.

TABELADO
Se não houve acordo para diminuir o número de candidatos a deputado pela cidade, pelo menos em outra situação existe certo entendimento em relação à contratação de cabos eleitorais para trabalhar na campanha. Uma reunião teria acontecido para discutir valores iguais que devem ser pagos por esses serviços.

ANTECIPANDO
A menos de um mês para as movimentações da festa de Romaria, o vereador “Flávio Queijeirinha” (PROS) adiantou que irá cobrar medidas de segurança para os romeiros no trecho em obras de duplicação da LMG- 748.

POLÊMICA
A instalação de uma nova agência funerária em Araguari vem gerando uma “guerra” nos bastidores uma vez que existe uma Lei que proíbe a instalação de novas empresas desse ramo na cidade, uma espécie de cartel. Quem viver verá!

NOJO
Essa semana tomei conhecimento de um fato no mínimo asqueroso. Espero um dia poder contar aqui nesta coluna.

FREIO ABS
ericoCorrendo de um lado para o outro pelos corredores do Palácio dos Ferroviários, sede da prefeitura, o secretário de Fazenda Érico Chiovato literalmente meteu os dois pés no freio do cofre da administração e cobra medidas drásticas em relação aos gastos dos secretários devido à queda acentuada da arrecadação.

EM BAIXA
A maioria dos candidatos que disputará uma vaga nas eleições deste ano em Minas Gerais é do sexo masculino. Na contramão disso, o número de mulheres não atingiu sequer o mínimo de 30% exigido pela legislação eleitoral. Segundo as estatísticas divulgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral, concorrerão no pleito 1.253 homens (70,63%) e apenas 521 (29,37%) do sexo feminino. Ao todo, 1.774 pessoas vão concorrer em outubro.  Os dados disponibilizados pelo TRE mostram que muitas coligações não atingiram a marca mínima o que influenciou no resultado com baixa participação das mulheres. Para os cargos majoritários essa diferença é ainda maior. Dos oito concorrentes inscritos para o governo estadual, somente uma é mulher, Cleide de Oliveira (PCO). Para o Senado disputam a preferência do eleitor Maria das Graças Vieira, também do PCO, e Margarida de Matos da coligação Minas Quer Mudança.  Ainda conforme as candidaturas registradas, a maior parte dos concorrentes tem entre 40 e 54 anos de idade. São 836 candidatos que representam 47,12%.
================

ENTRE ASPAS

“Cheguei aqui em 1945 com meu pai. Tudo isso era uma fazenda e esse cruzeiro do Absair estava aí. Vamos doar essa área para construção da sua capela”.
Aloisio de Oliveira, 75 anos aposentado, proprietário da área onde foi encontrado o corpo do menino Absair, morto com requintes de crueldade em 19 de agosto de 1919.

“Considero a cobrança de pedágios uma fraude. Apesar de que pagando esta tarifa teremos benefícios, como estradas bem conservadas e serviços de proteção ao usuário da via, é preciso lembrar que o Estado possui fundos próprios para este tipo de serviço e o pedágio irá sacrificar ainda mais aqueles que precisam fazer o trajeto todos os dias seja para estudar, ou trabalhar. O cidadão sofre cada vez mais com tributos e os demais gastos.”
José Luís da Costa – presidente do SindUTE Araguari

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: