Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Projeto de arborização preenche canteiro da avenida Theodolino

sex, 6 de dezembro de 2013 19:28

Iniciativa contempla diversos pontos do município

Aproximadamente 40 árvores são plantadas em canteiro central. Foto: Gazeta do Triângulo

Aproximadamente 40 árvores são plantadas em canteiro central. Foto: Gazeta do Triângulo

P. J. GODOY – A cada ano, mais de 20 mil quilômetros quadrados de cobertura vegetal são retirados do território nacional. Apesar de representar o segundo maior país em arborização, o Brasil endossa o quadro de desmatamento no cenário mundial. Em Araguari, a situação pode estar com os dias contados.

Ao menos, é o que vislumbra uma iniciativa idealizada pela secretaria de Meio Ambiente. Em dois meses, 117 mudas de árvores foram plantadas em diferentes pontos do município. Por outro lado, 17 arbustos tiveram de ser suprimidos em virtude de doenças. Em entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo, o titular da pasta, Odon de Queiroz Naves, esclareceu as ações.

“Nos últimos dois meses, realizamos um levantamento de todas as práticas e solicitações registradas pela secretaria. Concluímos que 81 pedidos se tratavam de corte de árvores. Por isso, utilizando como critérios básicos os danos causados às residências, os acidentes e riscos colocados à vida humana, autorizamos 46 reivindicações.Dura nte todo esse período, plantamos quase 120 mudas”, explanou.

Nesta quinta-feira, 5, aproximadamente 40 mudas de árvores foram plantadas no canteiro central da avenida Coronel Theodolino Pereira de Araújo. Ainda assim, diversas plantas tiveram que ser removidas recentemente pelo governo municipal. O secretário justificou os procedimentos.

“Tivemos que suprimir 17 árvores que estavam mortas e prejudicavam o entorno, como algumas no centro e no distrito de Amanhece. Mesmo assim, contamos com o apoio dos moradores para que esse quadro seja reduzido. Chegamos a doar duas mil mudas para a zona rural e outras 91 para a área urbana. Nosso intuito é que a partir de um estudo detalhado, possamos verificar os principais setores e os locais mais deficientes em área verde”, completou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: