Domingo, 21 de Abril de 2024 Fazer o Login

Presídio de Araguari realiza curso de controle de pragas e doenças em hortaliças

sáb, 14 de dezembro de 2013 01:32
Dezenove detentos da unidade participaram do curso. Foto: Divulgação

Dezenove detentos da unidade participaram do curso.
Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – Como forma de combater e reduzir os problemas em hortaliças e melhorar o manejo integrado e controle biológico da produção, o SENAR MINAS realizou no Presídio de Araguari, o curso de controle de pragas e doenças.

Dezenove detentos da unidade participaram do curso, entre os dias 9 e 13, com duração de 24 horas-aulas, dentre elas, práticas e teóricas. O treinamento foi ministrado pelo engenheiro agrônomo Ronny Alexs Araújo.

Segundo o instrutor, foram repassados aos participantes métodos de segurança de aplicação e técnicas para o controle de pragas e doenças. Também informou sobre escolha de bicos, vazão, apresentação das pragas e doenças que afetam as plantações, os produtos que devem ser aplicados e a utilização de cada um, além de conhecimentos de saúde e segurança no trabalho. No treinamento são levadas em conta as leis ambientais, o bem-estar do trabalhador e os conceitos de sustentabilidade.

Iniciativa visa melhoria na qualidade das hortaliças produzidas. Foto: Divulgação

Iniciativa visa melhoria na qualidade das hortaliças produzidas. Foto: Divulgação

No mês de dezembro, dois cursos de pintura em tecidos, também ofertados pelo parceiro SENAR, foram realizados ao público carcerário feminino, reunindo 18 mulheres em regime fechado e objetivando auxiliar na preparação das detentas para o retorno ao convívio social, por meio do aprendizado de uma atividade que possibilite a geração de renda e oportunidade de trabalho.

“O treinamento tem um papel social muito importante, pois além de tornar o período de reclusão mais agradável, mudando um pouco a rotina destas mulheres, ele propicia a capacidade de as detentas se sustentarem fora da prisão, ajudando na sua ressocialização. Vale enfatizar, ainda, que além desses cursos profissionalizantes, o Presídio oferece aos internos, atividades socioculturais e Ensinos Fundamental e Médio, coordenadas pela pedagoga Ilda Gonçalves”, destacou o diretor do Presídio Vicente de Paulo Assis.

Segundo o Gerente de Produção Silverley Ernane de Assunção, cursos como esses são importantes, uma vez que proporcionam a ressocialização, profissionalização e ainda a melhoria na qualidade das hortaliças produzidas na horta desta unidade prisional.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: