Sexta-feira, 12 de Julho de 2024 Fazer o Login

Prefeitura informa sobre leitos disponíveis para pacientes com dengue e Covid-19

qui, 7 de março de 2024 08:08

Da Redação

 

No dia 4, a Secretaria de Estado de Saúde publicou um Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de dengue, chikungunya e zika. Conforme as informações, até esse dia foram registrados 406.999 casos prováveis (casos notificados fora os descartados) de dengue, sendo que 144.319 casos foram confirmados para a doença. Até o momento, há 44 óbitos confirmados por dengue no estado e 265 estão sendo investigados.

Com relação à chikungunya, foram apontados 42.406 casos prováveis, sendo 26.621 confirmados. Até o momento, nove óbitos foram confirmados por chikungunya no estado e 26 estão em investigação.

Existem leitos disponíveis nos hospitais Padre Júlio, Santa Casa e HUSF
Divulgação

 

Quanto à zika, foram registrados 67 casos prováveis e cinco foram confirmados. Não há óbitos confirmados ou investigação por zika em Minas Gerais.

Ainda, conforme a Secretaria de Estado de Saúde, em Araguari, até o dia 4, foram registrados 2994 casos prováveis dengue, 531 de chikungunya. Até o momento, não há nenhum óbito confirmado para essas doenças no município.

É importante mencionar que, além da dengue, os casos de Covid-19 também aumentaram bastante no estado neste ano. Até o dia 20 de fevereiro, 60 óbitos tinham sido confirmados neste ano em decorrência da doença. Até essa data, 16.260 casos foram confirmados de Covid-19 em Minas Gerais.

Ontem, 6, a reportagem da Gazeta conversou com a secretária Municipal de Saúde, Thereza Christina Griep, para saber se existem leitos disponíveis para pacientes com dengue e Covid-19 em Araguari. “ Só são encaminhados para a atenção hospitalar, os quadros mais graves. Todos os hospitais estão recebendo esses pacientes (Padre Júlio, Santa Casa e HUSF). O que está acontecendo é que um grande número de pacientes necessita de reidratação, ela acontece dentro da UPA e

ao lado da UPA. Normalmente, quando são reidratados, esses pacientes melhoram muito, podendo ser acompanhados em casa. Porém, quando o paciente precisa de internação, esse é encaminhado para um dos três hospitais”, disse.

Com relação à Covid, segundo a chefe da pasta de Saúde, após o Carnaval, aconteceu um aumento dos casos da doença, todavia as internações ainda são poucas. “Os hospitais da rede estão absorvendo, quando a internação é necessária. Os pacientes estão sendo encaminhados para esses três hospitais [Padre Júlio, Santa Casa e HUSF]”, explicou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: