Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Prefeitura deposita salário de servidores

sex, 10 de janeiro de 2014 00:02

Araguari é uma das poucas cidades da região que não atrasou
o pagamento, afirma secretário de Fazenda Érico Chiovato

DA REDAÇÃO – Os 2.902 servidores da prefeitura receberam anteontem o pagamento salarial referente ao mês de dezembro. Devido ao tempo curto para a transferência de recursos de um banco para outro, o secretário de Fazenda Érico Chiovato, afirmou que os 10% restantes seriam depositados ainda ontem. Quanto às férias, teriam sido quitadas no início do mês, dia 2.

A primeira metade do 13º caiu na conta dos funcionários públicos em agosto do ano passado. A outra foi quitada em dezembro. Ambas somaram um total de R$ 5 milhões.

Estima-se que de dezembro até agora, cerca de R$ 10 a 11 milhões tenham sido injetados no comércio araguarino com pagamentos das férias, décimo terceiro e salário de dezembro.

“Praticamente todas as prefeituras da região estão enfrentando problemas para fazer esse pagamento. Uberlândia marcou para dia 17. Enxugar as despesas e aumentar a receita tem sido um trabalho feito em Araguari. Temos ainda alguns compromissos com fornecedores que pretendemos resolver até dia 15,” ressaltou o secretário.

Recentemente, a prefeitura optou por depositar os salários na Caixa Econômica Federal. Anteriormente, as operações eram feitas pelo Banco do Brasil. No entanto, os servidores que possuem conta em outros bancos têm o direito de não aderir a essa mudança.
Questionado sobre reclamações por parte dos trabalhadores, o secretário respondeu: “quem não quiser tem que procurar a Caixa para fazer a portabilidade na conta desejada. Reclamação sempre existe, mas cada um tem que se adaptar de acordo com o interesse próprio.”

OTIMISMO
O excesso de despesas na folha de pagamento do governo municipal, que chegou a 53.9%, acima do limite prudencial, estimado em 51.95%, motivou uma série de medidas para contenção de gastos. Demissões de praticamente todos os estagiários; parte de contratados e cargos comissionados, além de corte das horas extras foram efetuados com essa finalidade.

Segundo Chiovato, o fechamento de dezembro ainda não foi concluído, mas ele estima que os gastos com a folha diminuíram para 51%. “Este índice é o que estamos planejando. Esperamos trabalhar com mais tranquilidade no final desse ano,” concluiu.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: