Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Número de casos de HIV sobe 25% em 2013, aponta balanço do CAE

qui, 30 de janeiro de 2014 00:02
Campanhas foram realizadas ao longo de todo o ano,
principalmente nos bairros periféricos e distritos de Araguari

DA REDAÇÃO – Ao longo de 2013, a área da saúde foi priorizada em Araguari, principalmente no tocante à prevenção e diagnóstico. Segundo o balanço divulgado pelo Centro de Apoio Especializado (CAE), várias ações contra doenças sexualmente transmissíveis foram promovidas, a começar por uma mobilização pré Carnaval, que foi levada aos bairros por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Segundo contou Márcia Beatriz Sardela, coordenadora do CAE, o trabalho de prevenção se estendeu também aos distritos de Amanhece e Piracaíba através do CTA Itinerante e da campanha Horário do Trabalhador. “Participamos ativamente da campanha de Carnaval e juntamente com a prefeitura, montamos uma tenda no Parque de Exposições Rondon Pacheco, onde foram distribuídos preservativos e orientações sobre as DST, todos os dias da festa,” contou a coordenadora.

Durante o ano, foram realizadas também mobilizações no Dia da Mulher, além de palestras nas empresas e escolas do município. Vítimas de violência sexual não ficaram de fora e receberam atenção especial no que diz respeito a orientações. Em parceria com a Santa Casa de Araguari, Polícia Militar e Pronto Socorro, foram realizadas as campanhas Novembro Azul e Outubro Rosa com exames de HIV e Hepatites Virais, além de blitz no trânsito em prol ao dia Mundial de Luta contra a AIDS. Na oportunidade, a comunidade pôde aferir pressão arterial e fazer testes de glicemia em uma tenda montada na praça Manoel Bonito.

No decorrer das campanhas foi possível concretizar em torno de 2.929 exames de HIV; 2.906 testes de Sífilis; além de 4.219 exames para Hepatite B; 2 mil  exames para Hepatite C e 3 mil testes rápidos.  Aproximadamente foram diagnosticadas 28 pessoas positivas para HIV, sendo 18 do sexo masculino e 10 do sexo feminino. Para Hepatite B foram 14 pessoas. Estas foram encaminhadas rapidamente para tratamentos específicos.

Também nos testes de Hepatite C foram 10 pessoas e para Sífilis, 43. A coordenadora afirma que a incidência da doença é maior entre homossexuais; em homens, na faixa etária de 20 a 24 anos e em mulheres entre 35 a 39 anos. No total, em relação ao ano de 2012, os casos confirmados subiram mais de 25%.

Para finalizar, Márcia Sardela afirmou que o diagnóstico preciso, somente foi possível devido à facilidade de levar o teste rápido ao alcance da população.

Orientações

O vírus HIV pode ser transmitido pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações. A forma mais eficiente de prevenção a AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis – DSTs é o uso do preservativo.

Informações a respeito do atendimento podem ser obtidas no CAE, situado à praça José Rodrigues Alves, ou através do telefone 3690-3023. Horário de atendimento: das 7 às 11h e das 13 às 17h de segunda a sexta-feira.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: