Sexta-feira, 19 de Julho de 2024 Fazer o Login

Meninas entre 11 e 13 anos começam a ser vacinadas contra o HPV

ter, 11 de março de 2014 00:39
A campanha começou ontem em Araguari. Nos próximos dias, a
secretaria de Saúde estará nas escolas da rede pública e privada

para ministrar a primeira dose da vacina
Equipes da secretaria de Saúde aplicaram a vacina, que imuniza contra quatro tipos de HPV. Foto: Gazeta do Triângulo

Equipes da secretaria de Saúde aplicaram a vacina, que imuniza contra quatro tipos de HPV. Foto: Gazeta do Triângulo

TALITA GONÇALVES – Começou ontem em Araguari a vacinação gratuita voltada para meninas entre 11 e 13 anos contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), causador do câncer de colo uterino. Segundo o IBGE, são mais de 2.450 adolescentes nesta faixa etária e a meta da secretaria de Saúde é vacinar pelo menos 80% delas.

A Escola Estadual Professor Antônio Marques, no bairro Aeroporto, recebeu as equipes. O trabalho de divulgação da campanha começou na semana passada, antes da vacinação, com orientações sobre a doença e a necessidade de levar o cartão para acompanhar as doses restantes.

Duas equipes atuaram na escola. Uma delas era coordenada pela referência técnica em imunização, Ivonice Lemos da Silva e Silva e a outra por Lúcia Hirono coordenadora do departamento de Epidemiologia. Ambas receberam listas com o nome das alunas para facilitar o acompanhamento.

Antes de tomar a primeira dose, as meninas foram orientadas a deixar o cartão de vacinação em dia, caso necessário. “Verificamos que a vacina contra febre amarela é a que mais está em falta. Queríamos oferecê-la também, mas isso causaria tumulto. Orientamos para que elas procurem o posto de saúde mais próximo,” ressaltou Lúcia Hirono.

Pais que não estiverem de acordo com a campanha podem assinar um termo impedindo a vacinação. No entanto, até esse tipo de situação não foi verificada. “Esperamos que não aconteça, porque o objetivo é prevenir contra o HPV”, afirmou a coordenadora.

Hoje pela manhã a campanha acontece na Escola Estadual Padre Damião, no bairro dos Industriários.

RECOMENDAÇÕES

Para garantir a imunidade, são necessárias três doses. A primeira está sendo aplicada nas escolas e as demais estarão disponíveis nos postos de saúde. A segunda deve ser aplicada seis meses depois da primeira; a terceira e última dose, 60 meses (cinco anos) depois da primeira.

De acordo com a coordenadora de Epidemiologia, a vacina é gelada, conservada entre 2 e 8 ºC. “É bom que as meninas não fiquem no sol para evitar inchaço e vermelhidão no local. Se a dor persistir, compressas de gelo podem diminuí-la”, explicou.

PREVENÇÃO

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras do HPV. A vacina é a quadrivalente, que previne contra quatro tipos do vírus. Dois deles respondem por 70% dos casos de câncer de colo de útero (terceiro tipo de tumor que mais atinge as mulheres), responsável, atualmente, por 95% dos casos de câncer no país.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: