Segunda-feira, 15 de Abril de 2024 Fazer o Login

Iniciativa prevê a ampliação da coleta seletiva em Araguari

sex, 21 de fevereiro de 2014 00:57
Prefeito Raul Belém e comitiva durante visita a Associação dos Catadores de Material Reciclável de Araguari. Foto: PMA

Prefeito Raul Belém e comitiva durante visita a Associação dos Catadores de Material Reciclável de Araguari. Foto: PMA

DA REDAÇÃO – A coleta seletiva está prestes a ganhar novas proporções. Ao menos, se depender da Associação dos Catadores de Material Reciclável de Araguari (Ascamara) e do governo municipal, essa pode ser a futura realidade do município.

Em visita realizada nesta quarta-feira, 19, uma comitiva composta pelo prefeito Raul Belém (PP) e os secretários de Meio Ambiente, Mauro César Rodrigues e de Administração, Mirian de Lima, concretizaram um acordo, a fim de um convênio com a Servas (Serviços e Assistência Social) de Belo Horizonte.

Em entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo, o titular da pasta de Meio Ambiente, Mauro César Rodrigues, explicou a proposta. Segundo ele, o sucesso da iniciativa depende da mobilização da população.

“Fomos apresentar um convênio de cooperação, com um projeto técnico para a organização da Ascamara. Esperamos que eles recebam todo o auxílio para a melhor qualidade dos materiais recolhidos, além de condições de trabalho. A equipe da Servas chega com o intuito de levantar o diagnóstico para que a coleta seja mais organizada e obtenha melhores resultados. Mesmo assim, precisamos da participação e da mobilização da comunidade, no sentido de apoiar e destinar os objetos para a associação”, destacou o secretário, que ainda reiterou acerca de um outro projeto para contemplar a entidade.

“Também anunciamos o projeto para a construção de um galpão no próprio terreno da Ascamara. A ideia é duplicar a capacidade de armazenamento de materiais. Estamos tomando as devidas providências para finalizar as etapas do planejamento e abrir a licitação”, completou.

Para a presidente da associação, Maria de Fátima Oliveira Morais, a expectativa é que as iniciativas apresentadas evidenciem um novo quadro da coleta seletiva no município.

“Enfrentamos diversas dificuldades diariamente. Muitas vezes, precisamos contar com a doação de cestas básicas em virtude da baixa qualidade dos materiais. A Ascamara é a nossa fonte de renda e necessitamos de melhoras. Encontramos várias vezes com a equipe da Servas e confiamos na proposta. Outro problema que temos é a falta de um caminhão à nossa disposição, pois em alguns momentos somos impedidos de buscar os materiais por não haver veículos disponíveis”, afirmou.

Há 13 anos em Araguari, a Ascamara conta em média com 15 funcionários. A sede da entidade está situada na rua 17 nº 100, bairro Independência. Para outras informações, basta entrar em contato pelo telefone 3246-5679.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: