Sexta-feira, 19 de Julho de 2024 Fazer o Login

Ginásio Poliesportivo é cenário de tentativa de homicídio

sáb, 18 de janeiro de 2014 00:01

DA REDAÇÃO – Um morador de rua foi vítima de um golpe de faca, após se desentender com sua companheira. A tentativa de homicídio foi registrada na noite desta quinta-feira, 16, em frente ao Ginásio Poliesportivo General Mário Brum Negreiros, região central da cidade.

Segundo testemunhas, após o crime, Maria Cristina dos Santos Xavier (25 anos) se desfez da faca, arremessando-a nas dependências da agência do INSS. Com a chegada da Polícia Militar, a suspeita afirmou que estava embriagada e por isso começou a discutir com Wesley Lima Félix (30 anos) e neste momento se apoderou da faca e efetuou o golpe.

Rapidamente o Corpo de Bombeiros compareceu ao local e socorreu a vítima, que apresentava hemorragia abdominal. Wesley foi encaminhado ao Pronto Socorro Municipal e permanece em observação.

Segundo a PM, os envolvidos são moradores de rua e frequentemente são vistos nas dependências do Ginásio Poliesportivo, que se encontra interditado com obras paralisadas. Maria Cristina dos Santos Xavier foi presa novamente. A polícia informou ainda que ela possui antecedentes criminais, principalmente por homicídio.

Durante esta semana, o secretário de Esportes Maurício Ramos, informou à reportagem que os moradores de rua haviam sido retirados do local, entretanto a situação continua sem resultados efetivos. “Infelizmente fizemos tudo o que estava ao nosso alcance, e na rua qualquer coisa pode acontecer. A secretaria identificou os andarilhos e os encaminhou para os responsáveis, mas agora não temos o que fazer para evitar que a situação ocorra novamente,” falou.

Durante a tarde de ontem, a secretária de Ação Social Mirna Valente também foi procurada para falar sobre o assunto, entretanto, não foi encontrada.

Entenda o caso

Em 8 de fevereiro de 2012, Maria Cristina dos Santos Xavier e Fabiana da Silva consumiam bebida alcoólica na praça dos Ferroviários, quando começaram uma discussão.

Após golpear Fabiana com uma faca, Maria fugiu sentido ao bairro Brasília, onde confessou a autoria do crime e mostrou onde estava a arma. Fabiana não resistiu aos ferimentos e morreu. Esta também tinha várias passagens pela Polícia e era acompanhada pelo Conselho Tutelar da cidade.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: