Terça-feira, 09 de Julho de 2024 Fazer o Login

Falta de conscientização compromete a segurança no trânsito

qua, 19 de março de 2014 02:47
Duas pessoas são flagradas sob efeito de álcool no volante

DA REDAÇÃO – Minas é o estado de maior malha de rodovias federais. Em contrapartida, representa a região que mais endossa os índices da Polícia Rodoviária Federal. Apenas no último mês, mais de 400 pessoas foram presas e 25 perderam a vida. O excesso de irregularidades acentua ainda mais a insegurança nas vias de acesso aos municípios.

É o caso de Araguari, onde a falta de conscientização perdura em proporções alarmantes. Em dois dias, duas pessoas foram flagradas sob efeito de álcool no volante. Ambas acabaram presas e conduzidas a Delegacia da Comarca.

Durante fiscalização no último domingo, 16, na rodovia MG-414, equipes do 53º Batalhão de Polícia Militar suspeitaram de um veículo em alta velocidade, rumo ao bairro Independência. Após resistir à ordem de parada, o condutor seguiu pela via, chegando a 70km/h, 30 a mais do permitido no local.

Com o apoio de outras guarnições, os policiais encontraram o carro estacionado em um estabelecimento comercial. Ao perceber a presença das viaturas, o infrator iniciou uma nova tentativa de fuga, desta vez, sem sucesso. Durante a abordagem, ele confessou ter ingerido bebida alcoólica, porém se negou a realizar o teste do bafômetro. Não bastasse isso, o autor alegou não possuir Carteira Nacional de Habilitação.

Diante disso, o motorista, de 30 anos, foi autuado e conduzido à delegacia, onde assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência. Caso semelhante ocorreu nesta segunda-feira, 17. Durante uma operação da Polícia Rodoviária Estadual no km 114 da MG-223, um condutor foi flagrado dirigindo com sinais de embriaguez.

Abordado, o motorista resistiu ao longo de 100 metros, quase atingindo um policial. Questionado acerca da irregularidade, o autor confirmou a ingestão de bebidas alcoólicas, mas rechaçou submeter-se ao teste do bafômetro. O infrator, de 46 anos, teve a habilitação apreendida e foi autuado pelos policiais, assinando um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

CLONAGEM

Outro alerta dos policiais se remete a suspeita de clonagem de veículos. Nesta segunda-feira, uma motocicleta foi localizada no bairro Santa Helena sem a placa de identificação e numeração do chassi cortada. O condutor, de 32 anos, que seguia pela rua Coronel Póvoa, recebeu voz de prisão em flagrante, enquanto o veículo foi apreendido.

No mesmo dia, uma blitz de trânsito culminou na prisão de um motociclista de 46 anos. Flagrado em posse de um veículo sem placa de identificação, aparelhos obrigatórios e chassi adulterado, o condutor alegou ter comprado de um morador do bairro Independência, no valor de R$ 500,00. Ainda assim, a moto foi apreendida pelos policiais.

1 Comentário

  1. Maria Isabel disse:

    Realmente o transito em Araguari está bastante complicado.Além do grande aumento de veículos os celulares tbm aumentaram bastante!!!!Incrível como uma grande parte de motoristas dirigem falando ao celular sem o mínimo respeito às leis de transito e ao próximo!

Deixe seu comentário: