Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Em Resumo – Rolamento

qui, 20 de março de 2014 13:54

Abertura Em Resumo

ROLAMENTO
Ainda na bola da vez o assunto trânsito vai que vai render pano pra manga… Desta vez, o pomo da discórdia é a sinalização horizontal das vias urbanas em Araguari. Vários “PARE’s” não resistiram à ação do tempo e hoje são imperceptíveis por onde se passa.

CONFUSÃO
Problema grave, uma vez que hoje nenhum motorista consegue saber onde começam ou terminam as marcações de uma rua ou avenida. O cruzamento da Dona Cesária com o seguimento da avenida Senador Melo Viana na praça dos Ferroviários é um desses grandes problemas.

OCULTO
No local, é humanamente impossível saber de quem é a verdadeira preferência. Primor da engenharia moderna na filosofia do retrabalho, com a sinalização horizontal apagada, transforma-se num monumento às obras precárias. Merece correção, já!

ZIG
Num passeio rápido pela cidade nem é difícil perceber o desleixo de muitos proprietários de imóveis abandonados ou terrenos baldios, sejam nos bairros ou no centro. Em alguns casos, o mato impede o tráfego até mesmo nas ruas.

VENENO
A situação tornou-se insustentável em algumas regiões, a ponto de atitudes extremas serem tomadas, como a pulverização de herbicida, altamente lesivo às pessoas. Cabe à prefeitura discutir e estabelecer mecanismos de responsabilização destes proprietários.

REGRA
Em ruas de grande movimento e principalmente no centro da cidade, nota-se o desleixo de algumas residências totalmente descaracterizadas e abandonadas pelo tempo e pelos proprietários. Nas ruas Major Joaquim Magalhães e Coronel José Ferreira Alves, verdadeiros albergues foram montados e instituídos pelos andarilhos, causando assim um grande desconforto e temor por parte dos vizinhos desses locais. Como fazer? O que fazer?

REFLITA
“Quem diz que o dinheiro compra tudo, com certeza está à venda.”

ZUM
E a poeira continua no centro da cidade…

OPORTUNIDADE
Estão abertas até o próximo dia 21, as inscrições para vagas gratuitas no Senai/MG pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O programa é destinado a pessoas que concluíram o ensino médio em escolas públicas ou em instituições privadas, desde que, com bolsa integral, e que tenham feito o ENEM. São mais de 5,6 mil vagas em cursos técnicos em diversas áreas, como alimentos, automação industrial, calçados, comunicação visual, design de móveis, edificações, eletroeletrônica, eletromecânica, eletrônica, eletrotécnica, fabricação mecânica, informática, logística, manutenção automotiva, mecânica, mecatrônica, meio ambiente, mineração, móveis, química, segurança do trabalho e vestuário. As inscrições devem ser feitas por meio do site sisutec.mec.gov.br. Serão selecionadas as melhores notas no ENEM.

TUDO NA MESMA
Usuários do transporte coletivo continuam reclamando dos atrasos, principalmente no que diz respeito ao trânsito para o distrito de Amanhece. O buzão tem atrasado diariamente tanto na partida como na chegada, um caso que tem deixado os passageiros extremamente estressados. De 10 minutos a meia hora é normal acontecer essa demora e alguns questionam: a quem recorrer? Funcionários da empresa? Prefeitura? Secretaria de Trânsito e Transportes? O fato é que ninguém faz nada para que o transporte tenha uma melhora significativa.

FIM
A selvageria e a violência empregadas nas madrugadas pelas ruas de Araguari despertam um sentimento de impotência e a triste constatação: perdemos nossos jovens para a bebida, para a droga e para a falta de respeito na convivência entre as pessoas.

DISTÂNCIA
Mais ainda, perdemos nossos jovens para nossa fracassada experimentação do diálogo ao invés da disciplina e da cumplicidade ao invés da paternidade e maternidade responsáveis. Estamos matando nossos filhos pelo nosso próprio fracasso.

DOR
É dolorido apregoar isso, mas nossas liberalidades falharam escandalosamente. Tudo o que resolvemos experimentar em nome da modernidade, seja na criação ou na educação de nossos jovens. Falhamos, fragorosamente. E a redenção é cruel.

ACONTECEU…
Morre Graciliano Ramos, escritor brasileiro
1953
No dia 20 de março de 1953 morria, no Rio de Janeiro, vítima de câncer de pulmão, o escritor e jornalista Graciliano Ramos. Nascido em 27 de outubro de 1892 na cidade de Quebrângulo, no sertão de Alagoas, ele se mudou para Palmeira dos Índios, em 1910, onde assumiu como prefeito da cidade em 1928. Renunciou ao cargo dois anos depois e mudou-se para Maceió. Dos relatórios que escreveu quando prefeito lançou o livro Caetés. Um pouco depois, escreveu São Bernardo (1934), adaptado ao cinema por Leon Hirszman. Em 1936, lançou Angústia. Neste mesmo ano, foi preso pelo governo de Getúlio Vargas, sob suspeita de participação na Intentona Comunista. Graciliano foi demitido do emprego na Imprensa Oficial e preso no Rio de Janeiro. Os sofrimentos na prisão estão em seu livro Memórias do Cárcere, de 1953, ano de sua morte. Graciliano foi solto em 1937 e transferiu-se para o Rio, onde continuou a escrever outros romances, contos e livros infantis. Um ano depois lançou Vidas Secas, sua obra mais famosa, sobre os retirantes nordestinos. O livro também foi adaptado para o cinema pelo diretor Nelson Pereira dos Santos, em 1963.

Considerado extinto, vulcão
Kamchatka entra em erupção
1956
No dia 20 de março de 1956, o Monte Bezymianny, um vulcão considerado extinto, desencadeou sua erupção mais destrutiva na Península de Kamchatka, na Rússia. Para alguns, essa é considerada a maior erupção vulcânica do século XX. Felizmente, o povoamento mais próximo estava a 50 quilômetros e por isso não ocorreram mortes.

John Lennon e Yoko Ono
se casam em Gibraltar
1969
Muitas mulheres de homens famosos passam apagadas pela história ao lado de seus maridos, porém, certamente, este não foi o caso da artista plástica japonesa Yoko Ono, que se casava com o astro dos Beatles, John Lennon, em um dia como este, no ano de 1969, no Rochedo de Gibraltar. Apesar de muitos fãs dos Beatles considerarem que ela foi responsável pelo final da banda, o fato é que Yoko ficou ao lado de Lennon até o dia de sua morte, quando foi assassinado por um fã em frente ao prédio em que morava, em Nova York, no dia 8 de dezembro de 1980. Os dois se conheceram em Londres, durante uma exposição de Yoko, no final de 1966. Ela era uma artista polêmica na época e realizava a sua primeira exposição individual. Lennon ficou impressionado com o trabalho de Yoko, passou a admirá-la e os dois começaram a trabalhar juntos. Ambos estavam envolvidos em outros relacionamentos, mas abandonaram tudo para ficarem juntos. No dia do casamento, Yoko Ono usava uma minissaia com babados, camisa, meias abaixo do joelho e um chapéu de abas largas para substituir o véu branco. Lennon estava de branco, com uma blusa de gola alta e jaqueta. Ele optou por uma calça com um tom um pouco mais escuro, tênis, barba e longos cabelos soltos. A cerimônia privada teve como características a sobriedade e a simplicidade. A lua de mel foi uma forma de protesto contra a guerra no Vietnã. Os recém-casados fizeram o chamado “bed-in for peace”, na cama do quarto 1902 do Hotel Hilton em Amsterdã, por uma semana. Os “bed-in” eram conferências de imprensa em favor da paz, realizados em uma cama de hotel. Eles fizeram um segundo bed-in em Montreal, onde gravaram a música “Give Peace a Chance”. Lennon e Yoko tiveram um filho, Sean, nascido em 1975.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: