Terça-feira, 23 de Julho de 2024 Fazer o Login

Diário eletrônico facilita o trabalho de educadores

qui, 20 de fevereiro de 2014 15:48
Após capacitação dos educadores, o sistema será inserido gradualmente nas escolas da rede pública. Foto: Divulgação

Após capacitação dos educadores, o sistema será inserido gradualmente nas escolas da rede pública. Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – Há décadas, o tradicional diário de classe dos professores é usado para lançamentos de notas, freqüência e rendimento dos alunos. No entanto, o modelo clássico está com os dias contados. A Secretaria Municipal de Educação, juntamente com a empresa de Processamento de Dados de Uberlândia (Prodaub), se empenhou na criação da plataforma online do diário de classe eletrônico com o propósito de viabilizar e facilitar o trabalho dos educadores na sala de aula.

Atualmente, o sistema está 100% concluído e já vem sendo utilizado em um ambiente de teste. O projeto será dividido em etapas. Em um primeiro momento, cinco escolas municipais vão se adequar à instalação do sistema. Na última terça-feira (18), no Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais Julieta Diniz (Cemepe), diretores e secretários escolares destas cinco unidades passaram receberam capacitação a fim de aprenderem o manuseio e usabilidade do diário eletrônico. Através de informações fictícias, os participantes tiveram a oportunidade de lançar as informações e analisar o comportamento do sistema.

Segundo o coordenador do Núcleo de Tecnologia e Educação (NTE) do Cemepe, Cleber Ferreira Oliveira, a próxima etapa será a capacitação dos professores. A partir de março, o sistema já estará instalado nestas escolas. “O sistema ficará em fase de teste durante o 1° semestre do ano letivo, posteriormente será disponibilizado para toda a rede de educação municipal”, afirmou.

O diário eletrônico foi desenvolvido com três pontos de acessos. O professor será responsável pelo lançamento de notas e freqüência dos alunos, além do cronograma e do planejamento das aulas. Os diretores serão responsáveis pela emissão de relatórios. Já o terceiro ponto do sistema, porém não menos importante, será o acompanhamento dos pais dos alunos, sobre o desenvolvimento acadêmico de seus filhos. “Eles vão tomar conhecimento sobre a freqüência escolar e notas parciais e semestrais de todas as disciplinas. O acesso ao sistema será através do número de matrícula do filho e pelo CPF do responsável”, disse Cleber. O coordenador disse ainda que o sistema operacional, a usabilidade e navegação são muito simples e que professores e todo o corpo escolar não terão dificuldades de utilizá-lo.

A diretora da Escola Municipal Leôncio do Carmo Chagas, Consuelo Cortes dos Santos, ressaltou que o novo sistema é uma evolução na educação. “Toda a comunidade escolar ganhará com tempo e organização. Que bom que temos esse tipo de tecnologia aqui em Uberlândia, muitos municípios não têm esta oportunidade. A ferramenta vai viabilizar todo o trabalho da escola, desde professores até o secretariado”, destacou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: