Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

“Dia D de combate à dengue” acontece hoje no bairro São Sebastião e adjacentes

sáb, 3 de fevereiro de 2024 08:08

Da Redação

 

Neste ano, Minas Gerais deve registrar recorde de casos de dengue. A projeção da Secretaria de Estado de Saúde é de que 800 mil novos registros da doença sejam contabilizados em 2024. O número é o dobro do registrado em 2023.

Os casos confirmados e em averiguação estão subindo e a expectativa é de que um pico seja registrado entre o final de fevereiro e início de março, como explica o secretário de saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti. “No passado, a gente nem falava muito sobre dengue no nosso dia a dia. Hoje, a gente só fala sobre isso. Então, já é um sinal importante de que é um ano diferente do ano passado. Em 2023, foram cerca de 400 mil casos, e a região mais afetada não foi a região central, que é muito populosa com áreas urbanas grandes. A gente via o Norte de Minas com muitos casos, então, certamente, este ano nós vamos ultrapassar o ano passado e deve ser o nosso ano histórico”, comentou.

Até o dia 29 foram registrados 705 casos prováveis dengue, em Araguari
Divulgação

 

Em Araguari, conforme a Secretaria de Estado de Saúde, até o dia 29 foram registrados 705 casos prováveis dengue e 89 de chikungunya. Até o momento, não há nenhum óbito confirmado para essas doenças no município.

Sabendo disso, hoje, 3, a partir das 7h, na avenida das Palmeiras, em frente a UBSF São Sebastião, a prefeitura, através da Secretaria de Saúde, por intermédio do setor de Zoonoses, com o apoio das demais secretarias, promove o “Dia D de combate à dengue”.

De acordo com a prefeitura, o mutirão da dengue será realizado no bairro São Sebastião e adjacentes, em todas as residências. Serão recolhidos materiais inservíveis, como: tonéis, garrafas, pneus, sucatas, vasilhas, sofás, camas, cadeiras, armários. Não serão recolhidos materiais eletrônicos.

Segundo a coordenadora do setor de Zoonoses, Maria de Fátima, a maioria dos focos de dengue é encontrada nas residências, por isso é de suma importância que cada um faça a sua parte, reservando 10 minutos por dia para dar uma olhada no quintal, se existe água parada, se a água dos animais de estimação está limpa.

Para evitar a disseminação do mosquito Aedes aegypti é necessário realizar algumas ações, dentre elas estão: verificar se a caixa d’água está bem tampada; deixar as lixeiras bem tampadas; colocar areia nos pratos de plantas; recolher e acondicionar o lixo do quintal; limpar as calhas; cobrir piscinas; tapar os ralos e baixar as tampas dos vasos

sanitários; limpar a bandeja externa da geladeira; limpar e guardar as vasilhas dos bichos de estimação; limpar a bandeja coletora de água do ar-condicionado; cobrir bem a cisterna; cobrir bem todos os reservatórios de água; usar repelente contra o mosquito; em ambientes internos, ligar o ar condicionado, ou usar telas de proteção em portas e janelas.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: