Sexta-feira, 12 de Abril de 2024 Fazer o Login

Coluna: Radar (23/02)

sex, 23 de fevereiro de 2024 08:06

EM CENA

Com prazo final em abril, para definições dos partidos para o pleito eleitoral deste ano, o movimento foi grande nos últimos dez dias. Líder do CIDADANIA em Araguari, o deputado estadual Raul Belém entrou no cenário para manter sua base na cidade.

 

DESENHANDO

A coluna ainda não falou com Raul sobre seus projetos, e sobre seu grupo para a disputa tanto pelas cadeiras da Câmara Municipal como também pela prefeitura. No entanto, são claros os sinais de que o deputado e ex-prefeito dificilmente caminhe com prefeito Renato Carvalho, mesmo mantendo uma boa relação com mesmo.

 

DESOCUPANDO A MOITA

Segundo apurado, tanto Tubertino Sena como Marcos Coelho devem receber, nos próximos dias, um certo ultimato do tipo, “vai ou não vai?”. Até porque, o deputado

Raul Belém teria outros dois nomes interessados em disputar a prefeitura contando com seu apoio.

 

QUESTÃO DE LÓGICA

Caso Tubertino confirme sua pré-candidatura, seu destino pode ser o próprio CIDADANIA do deputado Raul Belém. Isso porque Tubertino não deve seguir no PL, que terá como filiado, o presidente da FAMEP Wesley Lucas, um dos principais nomes do governo Renato.

 

JOGOU A TOALHA

Sem conseguir candidatos, dois partidos de peso em Araguari já se consideram fora do cenário político nas próximas eleições.

 

ZONA AZUL

A empresa que administra o estacionamento rotativo em Araguari vem pressionando a prefeitura para reajustar o

valor da tarifa. Segundo eles, a mesma já está defasada e o reajuste está previsto no contrato.

 

POR OUTRO LADO…

Se depender da aprovação da Câmara Municipal, a empresa não deve conseguir reajustar o valor da tarifa da Zona Azul. Isso por conta da pressão e reclamação da população com a prestação deste serviço.

 

MAIS VAGAS?

Além de reajustar o valor da tarifa, a empresa tenta aumentar o número de vagas disponíveis. É importante ressaltar que já é difícil encontrar fiscais com o número atual de vagas.

 

JÁ?

O DER custou esperar os primeiros dois quilômetros de asfalto da MG-414 que liga Araguari até Anhanguera para

instalar uma balança móvel para fiscalizar os caminhões que passam no trecho ainda em obras.

 

INDENIZAÇÃO

Um idoso de mais de 65 anos, que mora em Belo Horizonte, recebeu, na Justiça, uma indenização do Banco do Brasil por ter sido vítima do ‘golpe do motoboy’. A instituição foi condenada a ressarcir o homem, que não quis se identificar, em um total de R$ 103 mil. Destes, R$ 88 mil pelos danos materiais, e R$ 15 mil por danos morais, por falha em mecanismos de segurança referentes a formas e limites de contratação de crédito.

1 Comentário

  1. Eliane disse:

    ESSE AÍ BEM LONGE DA PREFEITURA, RATO QUE FIQUE A QUILÔMETROS. JÁ IMAGINOU RATO DANDO INTERFERÊNCIA. AÍ PODE COLOCAR UMA RATOEIRA COM UM QUEIJO BEM GRANDE LÁ NA PORTA.

Deixe seu comentário: