Sábado, 20 de Julho de 2024 Fazer o Login

Acerto de drogas pode ter motivado assassinato de mais um jovem em Araguari

ter, 10 de dezembro de 2013 01:01

Ruan Silva foi morto com um tiro na nuca, ontem de madrugada

A Polícia de Araguari investiga o assassinato de Ruan Alves da Silva, de 18 anos, morto com um tiro na nunca, dentro de uma residência, na rua das Candeias, 580, bairro São Sebastião, na madrugada desta segunda-feira, 9.

Foi o 17º homicídio de 2013 no município, mais um ceifando a vítima de um jovem. Há quase um mês, em um evento fora da cidade, conhecido como luau, um rapaz de 19 anos foi assassinado a tiros.

Ontem, militares do 53º BPM chegaram ao local depois de denúncia anônima sobre um crime naquele setor da cidade. Eles depararam com a porta aberta e o corpo de Ruan sem vida, no sofá, enrolado em um cobertor apresentando uma perfuração na região do crânio. O Corpo de Bombeiros sequer foi acionado. É possível que o atirador aproveitou que Ruan dormia no momento dos fatos, efetuando o disparo pelo buraco da vidraça da janela.

Os policiais levantaram junto aos familiares da vítima que o garoto havia se mudado no dia anterior para aquele imóvel e que antes residia na rua Antônio Batista Silva, bairro Vieno. Um projétil calibre 38 de arma de fogo foi apreendido, junto com 48 exemplares de canários da terra, que estavam em cativeiro e sem anilhas.

Até o fechamento desta edição, não havia informações sobre a autoria do assassinato, porém, pode ser mais um acerto de contas relacionado ao mundo das drogas. Na última sexta-feira, Ruan Alves da Silva e outro rapaz foram pegos pela PM com cinco pedras de crack, no Vieno, e teriam afirmado aos policiais que a substância fora adquirida no bairro Gutierrez para uso próprio. O fornecedor seria um homem conhecido apenas como Wellington.

Dos 17 casos de homicídios dolosos neste ano em Araguari, pelo menos dez tiveram adolescentes e jovens como vítimas, a maioria por envolvimento com drogas.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: