Sábado, 24 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Volta às aulas: Patrulha Escolar prevê eficácia na segurança dentro e fora das escolas

qua, 16 de julho de 2014 01:22
CEM Mário da Silva Pereira recebendo os alunos do período vespertino nesta terça-feira. Foto: Gazeta do Triângulo

CEM Mário da Silva Pereira recebendo os alunos do período vespertino nesta terça-feira. Foto: Gazeta do Triângulo

DA REDAÇÃO – Após um mês de férias, planejadas para coincidir com o calendário dos jogos da Copa do Mundo, os alunos de escolas estaduais e municipais retomaram a rotina diária.

De acordo com a secretária de Educação, Iara Rodrigues Alves de Faria, o calendário letivo foi alterado em quase todo o país, porém preservados os 200 dias letivos.

Conforme informações, em Araguari são mais de 20 mil alunos, destes, mais de sete mil estudam nas escolas municipais. Nesta terça-feira, 15, a reportagem acompanhou o movimento nas escolas municipais e o índice de alunos superou as expectativas.

No CEM Mário da Silva Pereira, que tem 1500 alunos matriculados, a diretora Cleunice Pazeta Bagliano disse que mais de 90% dos estudantes estiveram presentes nesta segunda-feira, 14, primeiro dia do segundo semestre. No segundo dia o número de alunos presentes aumentou ainda mais chegando a quase 100% de frequência em toda a escola.

Em relação à segurança deste público, a reportagem conversou com o sargento Barros, um dos responsáveis pela patrulha escolar, que informou à reportagem sobre as conquistas através de recurso estadual para o fortalecimento no policiamento antes, durante e depois das aulas, principalmente nos locais mais críticos da cidade.

“A partir desta semana foram viabilizadas duas patrulhas escolares. No mês de agosto serão disponibilizadas duas apenas para o período matutino e uma para o vespertino e noturno, além de moto patrulha de análise criminal”, explicou.

Em entrevista, o militar disse que tais mudanças tanto nos equipamentos quanto no efetivo de sete militares é resultado da ação das diretoras, que tem promovido diversas reuniões e audiências solicitando um trabalho mais eficaz devido à presença de menores infratores matriculados nas escolas.

“Além de atender dentro das escolas, após o acionamento, a patrulha atua nas portas e nas proximidades, com o intuito de oferecer segurança e evitar transtornos, que muitas vezes são cometidos por grupos sem a participação de alunos”, finalizou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: