Sexta-feira, 17 de Maio de 2024 Fazer o Login

Vereadores entram com ação no Ministério Público Federal

sex, 7 de fevereiro de 2014 05:31
Falta de iluminação no Novo Horizonte e problemas na entrega de correspondência em residenciais do Minha Casa Minha Vida motivaram a iniciativa. Foto: Divulgação

Falta de iluminação no Novo Horizonte e problemas na entrega de correspondência em residenciais do Minha Casa Minha Vida motivaram a iniciativa. Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – Problemas que interferem no cotidiano de boa parte da população araguarina, mas que não dependem somente do município. Para resolver questões como a falta de iluminação dos viadutos da BR-050, que não foi realizada pelo Dnit, e as falhas na entrega de correspondências em residências do Minha Casa Minha Vida, os vereadores tomaram uma atitude mais direta. Uma representação assinada por 15 deles foi apresentada ontem ao Procurador da República do Ministério Público Federal de Uberlândia, Cleber Eustáquio.

O documento abrange três pontos básicos. A iluminação, que prejudica principalmente os moradores do bairro Novo Horizonte, é de responsabilidade do Dnit. As obras de duplicação da BR-050 aparentemente foram entregues sem o serviço. “A iluminação está prevista no projeto do Dnit, mas não vemos ninguém trabalhando e aparentemente a obra foi entregue assim,” salientou Wesley Lucas de Mendonça (PPS).

A representação prevê ainda uma ação contra os Correios e o Ministério das Comunicações. Segundo ele, o representante regional dos Correios teria confessado à Câmara que as falhas de entrega são por falta de funcionários. A resolução do problema dependeria de concurso público, para contratar novos profissionais. “Todos os residenciais construídos pelo programa Minha Casa Minha Vida sofrem com essa dificuldade há três anos. O Ministério é que autoriza a realização de concurso dos Correios,” explicou o vereador.

Além dele, se reuniram com o Procurador da República os vereadores José Ricardo Resende (PPS), Carlos Machado (PDT) Lúcio Flávio Rodrigues da Cunha – Queijeirinha (PROS), Paulo do Vale (PV), José Donizete Luciano – Tenente Luciano (PP) e Levi Siqueira (PMDB).

O último ponto é também o mais complexo. A Caixa Econômica autoriza para os moradores de residenciais do Minha Casa Minha Vida um tipo específico de financiamento para a construção de muros e aquisições de portões. A intenção dos vereadores é conseguir ampliar o crédito para outros tipos de melhoria.

Na ocasião, o Procurador teria dito que iria tomar as providências cabíveis em relação aos temas.

DESCASO

Uma das motivações dos vereadores em recorrer ao Ministério Público Federal seria “a falta de respeito que o Dnit tem demonstrado com a Câmara Municipal,” pontuou Wesley Lucas. “Vereadores haviam entrado em contato com o órgão e sequer tiveram resposta. Mesmo próximos geograficamente, a menos de 40 km, as ações do Dnit que poderiam beneficiar Araguari estão distantes,” afirmou.

3 Comentários

  1. Claudio disse:

    Graças a Deus, essa rodovia foi privatizada, só assim para nos livrar-mos desse orgão incompetente “Dnit de Uberlândia” esses viadutos se quer foram concluídos, faltam meio fios conclusão do ajardinamento. só se peocuparam com quem passa por cima, direto. os Araguarinos tem que conviver com poeira, quando chove lama, lixo e escuridão.

  2. luiz c.costa disse:

    PARA UBERLÃNDIA TUDO PARA ARAGUARI NADA ESTA FALTA DE AUTONOMIA E IGUALDADE DE DIREITOS É UMA DESLAVADA FALTA DE VERGONHA COM NOSSA QUERIDA ARAGUARI-É COMO HOUVESSE UMA ESPECIE DE SABOTAGEM POLÍTICA EM DESFAVAVOR DE NOSSA CIDADE,

  3. luiz carlos disse:

    Documento muito importante, no entanto nao puxem tanto a tantas maos para nao rasga-lo .

Deixe seu comentário: