Sábado, 24 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Vencimento iminente de contrato emergencial compromete o transporte coletivo

qui, 24 de abril de 2014 00:56
Edital de licitação para a empresa permanente deve ser publicado em breve
A princípio, o contrato seria equivalente a 90 dias, mas acabou prorrogado pelo mesmo período. Foto: Arquivo devido à falta de pagamento. Foto: Arquivo

A princípio, o contrato seria equivalente a 90 dias, mas acabou prorrogado pelo mesmo período. Foto: Arquivo
devido à falta de pagamento. Foto: Arquivo

DA REDAÇÃO – Os usuários do transporte coletivo em Araguari ainda convivem com a preocupação diante de uma incerteza no município. Com a proximidade do vencimento do contrato emergencial, a continuidade do serviço se torna cada vez mais comprometida.

Até então, o transporte é exercido pela empresa paulista Sertran, que opera desde novembro do ano anterior. A princípio, o contrato seria equivalente a 90 dias, mas acabou prorrogado pelo mesmo período. Apesar da preocupação dos usuários quanto ao serviço, o secretário de Trânsito e Transportes (Settrans), Wanderley Barroso de Faria, garante o empenho quanto ao processo.

“O que eu posso adiantar é que o termo de referência foi elaborado e estamos fazendo apenas alguns ajustes para abranger todas as principais necessidades do serviço. O projeto serve para especificar melhor a prestação do serviço, bem como os investimentos que a futura concessionária terá que fazer”, declarou.

Com base na afirmação, o termo de referência é um procedimento amplo e extenso, que precede a licitação. Ainda segundo o titular da pasta, a previsão é que o edital seja publicado no desfecho da próxima semana.

“Até o momento não fomos procurados por nenhuma empresa. Nossa expectativa é avançar ainda mais no processo para iniciar a licitação seguindo dentro do esperado, com a devida concorrência. O intuito é publicar o edital até o final da próxima semana, antes do vencimento do contrato emergencial”, completou.

Conforme apurou a reportagem, existe a possibilidade de a Sertran participar do processo licitatório. No entanto, a informação não foi confirmada pela empresa. O contrato emergencial encerra na primeira quinzena de maio.

PREFEITURA NO BAIRRO

Antes de finalizar, Wanderley Barroso atribuiu um saldo positivo ao projeto “Prefeitura no Bairro”. Segundo ele, além de estreitar os laços entre o governo e a população, a iniciativa serviu para buscar mecanismos para atender a demanda.

“O trabalho da ‘Prefeitura no Bairro’ foi um termômetro bastante importante, pois em contato com a população, vimos que precisamos ampliar o número de ônibus, sobretudo, em horários de pico. Pretendemos colocar um terminal de passageiros no bairro São Sebastião e estamos analisando a possibilidade de beneficiar outras regiões que utilizam mais o transporte, como o Portal de Fátima e o Novo Horizonte. Independente da empresa vencedora, com certeza o novo serviço terá mudanças para a população”, finalizou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: