Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Valores da Terra, por Lêda Pinho

qui, 27 de março de 2014 00:56
Invadi o espaço de meu afilhado Luiz Muílla, um craque no segmento de esporte, para falar do atleta araguarino Ricardo Abadio Batista dos Santos, campeoníssimo no segmento do jiu-jitsu – arte marcial -.

Ricardo Medalha
O esporte entrou em sua vida muito cedo, consequência da busca do equilíbrio corpo-mente-alma que possibilitou a ele a solução de vários problemas e o alcance do uso de sua energia de maneira salutar.

Segundo Ricardo, é preciso estar bem consigo mesmo para o total desempenho da atividade e relacionamento harmonioso com o universo.

Isso foi percebido durante o papo aberto e descontraído que tivemos ao melhor estilo sala de estar.

Ricardo LutaA trajetória de vitórias e importantes conquistas do lutador Ricardo causou – de certa forma – surpresa.

Campeão Europeu, Mundial, Panamericano e Brasileiro, trouxe para Araguari valiosos troféus representando orgulho e se fazendo merecedor do aplauso de seus conterrâneos.

Indagado sobre apoio e patrocínio indispensáveis a qualquer atleta, a resposta foi a ouvida sempre quando se trata de esporte ou cultura em nossa cidade.

Do poder público jamais recebeu qualquer tipo de incentivo – o que não é novidade – arcando sempre com recursos próprios para realizar sua gloriosa carreira esportiva.

Para que se faça justiça, contou-nos Ricardo que Cezinha, o empresário do Posto Copel, Lúcio e  Anderson da Casa Lopes, têm sido parceiros em vários momentos.

Enalteceu a atitude do prefeito de Lassance (MG) Dr. Idson, que procurou por Ricardo destinando-lhe ajuda financeira de grande importância para possibilitar a ida do lutador para a cidade de Florianópolis (SC) para onde segue dia 2 de abril.

Em Floripa participará do Campeonato Sul Brasileiro com grandes chances de arrebatar mais um título.

Foi candidato a uma vaga na Câmara Municipal em 2008, obtendo expressiva votação tendo como proposta o trabalho direcionado para a valorização esportiva em sua terra.

Diz Ricardo: “quando o esporte chega primeiro na vida dos jovens não há espaço para as drogas. Quando as drogas chegam primeiro, não há lugar para o esporte”.

Uma visão clara que reflete a realidade vivida atualmente e que, lamentavelmente não sensibiliza as autoridades voltadas para questões bem mais pessoais do que comunitárias.

Outra característica do campeão que define sua personalidade autêntica está no fato de que mesmo que fosse um dia “milionário” não deixaria, em hipótese alguma de morar e criar seus filhos na periferia, onde sempre viveu.

Isso é a valorização de suas raízes!

Casado com Carolina Santos e pai de três filhos. Vale ressaltar que o filho Matheus segue os passos do pai, sendo tri atleta.

Nunca fui grande entendedora de esportes, mas sempre fui apreciadora de todos os segmentos esportivos, especialmente a natação, o vôlei e agora as artes marciais.

Meus cumprimentos pessoais ao determinado Ricardo Abadio Batista dos Santos, minha admiração e, a certeza, de que estarei antenada em sua carreira e em seus méritos como grande atleta, grande vencedor!

Queira Deus que em algum momento nossas autoridades voltem os olhos para a importância dos atletas araguarinos.

* Por Lêda Pinho em espaço cedido por Luiz Muílla na página de esportes.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: