Sexta-feira, 17 de Maio de 2024 Fazer o Login

Uberlândia, O Filme (Parte 2)

qui, 23 de janeiro de 2014 00:00

Continuando a narrativa do filme da década de 1950, a segunda e última parte dessa bela peça segue abaixo. Acredito que poucas cidades no Brasil contam com um registro tão detalhado de uma parte de sua história. Viajando pelas imagens podemos conectar com as paisagens de hoje e analisar as diferenças na cidade que, em sessenta anos, aumentou em mais de dez vezes sua população. A cidade, em minha opinião, não conseguiu atingir o opulento futuro previsto no filme, talvez pela construção de Brasília e o crescimento da cidade de Goiânia, que podem ter deslocado o eixo de progresso que alimentava essa crença. Mas, de qualquer forma, a “Princesa do Triângulo” continua sendo a maior cidade do Triângulo Mineiro e uma das melhores do país em qualidade de vida. Para quem ainda não assistiu segue novamente o link – http://www.youtube.com/watch?v=Gc_VK9GEXr0. Vale a pena.

A movimentada Avenida Afonso Pena

A movimentada Avenida Afonso Pena

 

“Uberlândia é a mais bela cidade do Brasil Central. Situada a oitocentos e cinquenta e quatro metros acima do nível do mar, desfruta de clima geralmente seco e temperatura amena. Ocupa uma área de quatro mil e vinte e nove quilômetros quadrados e a sua população eleva-se a mais de sessenta mil habitantes.

Vista aérea de Uberlândia, década de 1950

Vista aérea de Uberlândia, década de 1950

 

Cidade de topografia plana e traçado urbanístico moderno, Uberlândia tem cento e sessenta e nove logradouros públicos entre os quais doze grandes avenidas e cento e quarenta e cinco ruas. Nestes logradouros estão edificados mais de dez mil prédios, grande parte com mais de dois pavimentos.

Praça Tubal Viela. Ao fundo, o edifício do Fórum e o Hotel Colombo

Praça Tubal Viela. Ao fundo, o edifício do Fórum e o Hotel Colombo

 

Detalhe da fonte e do chafariz que ornavam o centro da Praça Tubal Vilela

Detalhe da fonte e do chafariz que ornavam o centro da Praça Tubal Vilela

 

Pouso no Aeroporto de Uberlândia

Pouso no Aeroporto de Uberlândia

 

Desembarque no Aeroporto de Uberlândia

Desembarque no Aeroporto de Uberlândia

 

Mais um detalhe de desembarque no Aeroporto de Uberlândia

Mais um detalhe de desembarque no Aeroporto de Uberlândia

 

Uberlândia possui diversos meios de ligação com o resto do Brasil e o exterior, destacando-se o transporte aeroviário, servido de seis companhias nacionais, com um total de oito aviões diários que transportam passageiros, encomendas e cargas, para todos os estados brasileiros. Como sempre, mapeador de progresso para a vasta região do Triângulo Mineiro, o seu aeroporto é o mais movimentado do Brasil Central com o vai e vem contínuo das grandes aeronaves comerciais.

Vista aérea Praça Tubal Vilela

Vista aérea Praça Tubal Vilela

 

É uma cidade jardim. Nela brotam doze praças arborizadas e ajardinadas estando, numa delas, a sede do governo municipal. É a única cidade do Triângulo Mineiro que tem perfeita rede de esgotos, estendendo-se em todos os seus bairros e vilas. Moderna rede de água potável, alimentada por dois reservatórios de um milhão de litros, leva o precioso líquido a todos os recantos da cidade. Uberlândia está situada à margem direita do  rio Uberabinha, cujas praias magníficas são utilizadas para esportes e recreio. Esta encantadora cidade cresce vertiginosamente dia a dia. Em torno da cidade, novas vilas surgem sendo disputados os seus lotes e terrenos que, com isso, valorizam-se espantosamente. A vila Presidente Roosevelt  ligada ao perímetro urbano de Uberlândia, teve duplicado, em um ano, o valor dos seus lotes, demonstrando assim a febre de progresso dos uberlandenses.

Vista aérea do loteamento Vila Presidente Roosevelt

Vista aérea do loteamento Vila Presidente Roosevelt

 

Loteamento em Uberlândia, provavelmente onde hoje está o bairro Tibery

Loteamento em Uberlândia, provavelmente onde hoje está o bairro Tibery

 

A cidade de Uberlândia se estende para todos os lados. O que há um ano era uma chácara é hoje o começo de um novo bairro residencial (bairro Tibery, provavelmente). Cerca de cento e vinte novas residências são construídas mensalmente mas são insuficientes para abrigar o número sempre crescente de novos habitantes pois, onde há progresso rápido há excesso de população.

Grande parque industrial, maior produtor de cereais do Brasil, importante núcleo de criação de gado bovino de procedência indiana e, consequentemente, possuindo grande, rico e variado comércio, Uberlândia tem atraído e, fidalgamente tratado, os que a procuram em busca do enriquecimento e do trabalho honesto. E, assim, ambos progridem e engrandecem, Uberlândia e seu povo.

A criação de suínos é uma riqueza de Uberlândia. Estes são da raça Piau. Mas uma de suas maiores riquezas ainda é a criação de gado bovino de procedência indiana, para melhoria do gado nacional. Na fazenda Eldorado, especializada na criação do gado no Brasil, encontra-se um rebanho de perfeitos tipos desse cruzamento dos indianos Nelore e Guzerat. As rezes aqui focalizadas são uma demonstração do quanto se trabalha em Uberlândia pelo enriquecimento da pecuária nacional. Sem bons reprodutores não há bons rebanhos e, enquanto o gado comum nacional só atinge o máximo de seu peso aos oito anos, o indiano alcança o mesmo peso daquele com menos de quatro anos, aumentando o rebanho de gado uberlandense e aumentando a riqueza do Brasil.

Gado indiano da fazenda Eldorado

Gado indiano da fazenda Eldorado

 

Novilhos do rebanho de gado para corte

Novilhos do rebanho de gado para corte

 

A Fazenda Ideal, como inúmeras outras de Uberlândia, se dedica às raças Indubrasil e Gir. Eis alguns lotes desses famosos rebanhos que fizeram grande parte da riqueza do Triângulo Mineiro. Garrotes da raça Indubrasil,  reprodutores perfeitos, lotes da raça Gir, touros, vacas, novilhas, bezerros e bezerras que se destinam a melhorar o porte e as qualidades do gado nacional. São perfeitos exemplares da sua raça tradicionalmente implantada no Triângulo Mineiro. Apesar da industrialização crescente da cidade de Uberlândia, a criação de gado bovino ainda é o principal fator do seu progresso. Além das fazendas que se dedicam unicamente aos rebanhos de raça fina, há grande número de imensas fazendas de criação  e engorda de gado para corte. Uberlândia é um grande celeiro do Brasil.  Boa parte do consumo dos grande centros tem a procedência de Uberlândia, tanto dos cereais, de que é um dos maiores produtores do Brasil, como da carne bovina que produz em alta escala.

Imagem aérea do rio Uberabinha. No canto inferior esquerdo a “prainha” que inspirou o nome do Praia Clube e no canto superior direito o Frigorífico Omega que hoje faz parte do patrimônio do Praia Clube.

Imagem aérea do rio Uberabinha. No canto inferior esquerdo a “prainha” que inspirou o nome do Praia Clube e no canto superior direito o Frigorífico Omega que hoje faz parte do patrimônio do Praia Clube.

 

Portaria do Frigorífico Omega. Hoje, este espaço está dentro do Praia Clube. Na frente está o bairro Copacabana e ao fundo, na outra margem do Rio Uberabinha, está a Cidade Jardim.

Portaria do Frigorífico Omega. Hoje, este espaço está dentro do Praia Clube. Na frente está o bairro Copacabana e ao fundo, na outra margem do Rio Uberabinha, está a Cidade Jardim.

 

A situação que o município desfruta no centro de uma imensa região rica em pecuária, fez surgir em Uberlândia a indústria de carne e seus derivados. O conjunto grandioso de indústrias que nela nasceram e se desenvolvem incessantemente, tornou-a o maior centro manufatureiro  do Brasil Central e o terceiro do estado de Minas Gerais. Além de muitas outras indústrias, charqueadas e frigoríficos nacionais aqui prosperam enriquecendo o parque industrial brasileiro. Quatro estabelecimentos industriais dessa natureza, abatendo cada um em média trezentas mil rezes, abastecem o Distrito Federal (Rio de Janeiro) e alguns estados do Nordeste, principalmente Pernambuco, um dos maiores consumidores do charque de Uberlândia.

Queda d’água, rio Uberabinha

Queda d’água, rio Uberabinha

 

As possibilidades do progresso de Uberlândia são imprevisíveis. Além de dispor de força elétrica para triplicar as suas indústrias de iluminação pública e particulares, possui mais onze quedas d’água que poderão produzir um potencial fabuloso de cavalos de força.

Eldorado do estado de Minas Gerais. Célula edificante do Brasil. Assim é Uberlândia.”

Coimbra Júnior.
(*) Administrador de Empresas, especializado em Finanças. Trabalha atualmente na Via Travel Turismo. Criou a página História de Uberlândia no Facebook.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: