Quarta-feira, 17 de Abril de 2024 Fazer o Login

Treino Livre – GP da Austrália

sex, 21 de março de 2014 00:01

Abertura Treino Livre
Alô amigos, com a estreia dos motores turbos e toda a parafernália eletrônica introduzida, o GP da Austrália começou com polêmica ligada ao novo regulamento, o que causou a desclassificação da Red Bull e do piloto da casa Daniel Ricciardo.

Mas vamos aos resultados e algumas estatísticas. Rosberg venceu com Ricciardo em segundo e Kevin Magnussen em terceiro. Mercedes, Red Bull e Maclaren. Tirando a Red Bull que não teve uma pré-temporada boa devido aos muitos defeitos no motor Renault, o carro a ser batido é a Mercedes, e o motor que melhor desempenho teve foi também o Mercedes. Basta olhar o quadro de classificação para se confirmar esse dado: Mercedes, Red Bull Renault, MaclarenMercedes, Maclaren Mercedes, Ferrari, Williams Mercedes, Force Índia Mercedes, Ferrari, Toro Rosso Renault, Toro Rosso Renault, e Force Índia Mercedes, os dez primeiros, sem contar a desclassificação da Red Bull. Observando, nota-se que entre os seis primeiros colocados, a esmagadora maioria usava o propulsor alemão.

Outro dado significativo é que na primeira prova as voltas foram quatro segundos (em média) mais lentas do que as voltas da prova do ano anterior, pois a volta mais rápida foi 1:32:478 enquanto que na prova passada esse mesmo tempo foi de 1:23:529. Essa é a diferença entre os V8 aspirados de 2,4 litros contra os V6 de 1,6 litros. Penso que essa diferença irá cair a medida em que as equipes forem conhecendo melhor os sistemas e afinando os motores, mas não farei qualquer previsão.

Me surpreendeu o desempenho da Wllliams com Bottas, o que leva a pensar que se Massa não tivesse sido acertado por Kobayashi, como teria se comportado na corrida? É, parece que o carro da Williams vai dar trabalho, pois Bottas, mesmo depois de bater e voltar em último, ainda que beneficiado pelo safetycar, conseguiu a proeza de chegar em quinto  com a desclassificação de Ricciardo. Vamos esperar que na Malaysia Felipe consiga largar bem (sua largada foi horrível) e consiga terminar a prova.

Sobre a polêmica que desclassificou Ricciardo, o regulamento prevê que seja injetado o valor de 100 KG/hora de combustível no motor, volume esse que é medido por uma peça chamada fluxometro. Essa nova regra visa diminuir o consumo de combustível dentro do pacote “ecológico” proposto pela FIA. O que acontece é que o carro de Ricciardo “excedeu consistentemente” esse valor durante toda prova. O objetivo dessa regra é forçar as equipes a não usar toda a potência do motor e por via de consequência economizar combustível, cujo volume foi fixado em 100 Kg, enquanto no ano passado não existia um limite.

Embora madrugada no Brasil, e sozinho em casa, assisti o GP em companhia de um “staff” técnico da melhor qualidade, via internet e facebook, formado por Henrique Vieira, Márcio Nogueira, André Luiz Clemente, mais um que agora me fugiu o nome (Help Henrique). Papo bom e valeu a pena estar com amigos, mesmo que virtualmente. Repetimos na Malaysia? Espero que sim. Só um lembrete: o Henrique previu abandonos de 30% dos carros, mas contrariando sua expectativa o índice foi de 36%. Mudança radical de regulamento da nisso Henrique.

Esta semana recebi um e-mail do Wildner Bernardes Coelho que reproduzo a seguir:

“Boa noite Marcelo Inacio
Meu nome é Wildner e faço parte da administração do Clube de Caça e Pesca de Uberlândia, gostaria de agradecer pelo comentário divulgado no jornal Gazeta do Triângulo sobre o kartódromo do nosso clube. É com muita tristeza que digo que realmente as provas não estão mais acontecendo no clube devido à administração anterior que deixou tudo acabar, hoje estamos lutando para que este maravilhoso local seja novamente um gigante como foi anteriormente. Precisamos estar novamente ativando esta parte do clube. Deixo aqui meu convite a você para visitar nosso clube quando quiser. Você pode acompanhar todos os movimentos do clube através de nossa página www.facebook.com/ccpiu Espero encontrá-lo pessoalmente em nosso clube em breve para agradecer pela citação. Atenciosamente.”

Bem, em primeiro lugar agradecer ao amigo Edilvo Mota que encaminhou o link da coluna para o Wildner, “brigadu” Edilvo. E em segundo lugar dizer ao Wildner, que embora a coluna seja focada em Formula 1, terei sempre prazer de divulgar as notícias do kartódromo. Faço votos de que logo ele esteja novamente funcionando, pois a decadência do automobilismo brasileiro se deve muito à falta das categorias de acesso, em que os novos talentos vão se firmando, pois nossos dirigentes da CBA dirigem tudo, menos o que realmente importa: o automobilismo esportivo. E sim, na primeira oportunidade, entro em contato para agendarmos a visita, inclusive com a presença do Edilvo. Finalmente, quem agradece sou eu por poder destacar o automobilismo regional e principalmente um kartódromo como o do Clube Caça e Pesca pela sua importância regional e para a Formula 1.

Coluna longa pela quantidade de assuntos, mas semana que vem estamos de volta. Até lá…

* Advogado, fã da Fórmula 1 desde 1970, e apaixonado pela Ferrari

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: