Sexta-feira, 17 de Maio de 2024 Fazer o Login

Trechos com alto índice de acidente recebem a instalação de quebra-molas

qui, 9 de janeiro de 2014 01:25
Avenida Batalhão Mauá, próximo a Maguary, recebe instalação de quebra-molas. Foto: Facebook

Avenida Batalhão Mauá, próximo a Maguary, recebe instalação de quebra-molas. Foto: Facebook

GABRIELA GOMES – Usados para a redução de velocidade em locais perigosos, os quebra-molas são bastante comuns nas ruas de Araguari e até mesmo em algumas rodovias. Caso o veículo passe rápido demais na lombada, poderá danificar o sistema de suspensão, ou até mesmo outras peças, dependendo do impacto. Assim, nesses trechos, os motoristas são obrigados a diminuir a velocidade.

As lombadas devem obedecer à resolução 39 do CONTRAN, precisam, obrigatoriamente, ser sinalizadas e podem ser de dois tipos de tamanho. No primeiro tipo devem ter as medidas de 8 cm de altura por 1,5m de largura, no segundo devem ter 10 cm de altura por 3m de largura, ambos com o mesmo comprimento da rua. Devem ser utilizados somente em último caso para a prevenção de acidentes.

Em entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo o secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade Urbana, Wanderlei Barroso de Faria, disse que os responsáveis pela instalação dos quebra-molas adotam um critério envolvendo monitoramento do trânsito e da existência de polos geradores de tráfego e qual o índice de acidente no trecho.

Atualmente, as lombadas foram instaladas nas avenidas Das Palmeiras, Batalhão Mauá, Mato Grosso, além de outras vias. Sendo assim, cada instalação gera um custo de aproximadamente dois mil reais, mas a maioria dos quebra-molas está sendo construída através de doações de algumas empresas.

“Grande parte da população entende que os acidentes podem ocorrer devido à falta de redutores de velocidades e sinalizadores. Porém, a secretaria de Trânsito trabalha para educar os motoristas”, explica Wanderlei Barroso.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: