Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Servidoras são escolhidas para coordenar o projeto Reciclando Oportunidades

sex, 14 de fevereiro de 2014 01:17
A equipe irá coordenar e acompanhar o serviço de coleta seletiva de lixo em Araguari
O descarte correto dos resíduos sólidos urbanos representa benefícios para toda a população. Foto: Divulgação

O descarte correto dos resíduos sólidos urbanos representa benefícios para toda a população. Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – A designação dos membros que ficarão responsáveis pela equipe executiva do projeto Reciclando Oportunidades, foi divulgada nesta quarta-feira, 12, por meio do Correio Oficial do Município.

Segundo informou o secretário interino de Agricultura, Pecuária e Abastecimento Mauro César Rodrigues, foram nomeadas as servidoras Débora Gomes Teixeira e Daniela Viviane de Lima, ambas da secretaria de Meio Ambiente. Com a criação da equipe executiva, os membros ficam responsáveis pela implantação da coleta seletiva e ações referentes ao projeto no município.

O projeto Reciclando Oportunidades é realizado pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (SERVAS) e Ministério Público Estadual de Minas Gerais (MPE-MG) por meio do Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR). A iniciativa visa promover o fortalecimento e articulação dos gestores públicos e sociedade civil a fim de implantar os serviços de coleta seletiva e inclusão dos catadores de materiais recicláveis.

O projeto apoia os municípios mineiros na erradicação da catação nos lixões e a disposição correta dos resíduos sólidos urbanos. Através da portaria nº. 004 de 11 de fevereiro de 2014, a nomeação das servidoras terá validade até o dia 31 de dezembro de 2016, devendo ser renovada por meio de nova portaria.

Coleta Seletiva

A prática é considerada uma revolução em termos ambientais. A Política Nacional de Resíduos Sólidos foi aprovada em 2010 e objetiva modificar a logística do lixo no Brasil. A Política determina que todos os municípios devem oferecer a coleta seletiva à população, além disso, a nova lei também disciplina a coleta, o destino final e o tratamento de resíduos urbanos. Através de ações como estas, espera-se que até o final de 2014 o país não tenha mais lixões.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: