Terça-feira, 18 de Junho de 2024 Fazer o Login

Serviços para melhorias das estradas são diários na zona rural do município

sex, 22 de setembro de 2023 08:04

Da Redação

Os trabalhos na zona rural ocorrem todos os dias em Araguari

A Secretaria de Infraestrutura (Obras) está presente todos os dias em algum ponto da zona rural do município, com os serviços de manutenção das estradas, que são as ligações diretas das comunidades rurais e distritos ao perímetro urbano de Araguari.

 

A manutenção é realizada com emprego de maquinário pesado que, ao longo dos últimos meses, vem aproveitando o tempo relativamente seco para desenvolver os serviços em setores diferentes. Dentro desse trabalho, além do patrolamento e outras melhorias, o serviço com o uso de cascalho também está presente, principalmente nos pontos de serra, que estão propensas a estragar mais rápido.

 

Um desses pontos de serra, e que vinha sendo alvo de reclamações constantes é a conhecida ‘Serra da Patrona’. Localizada entre as comunidades de Ararapira e Patrona, o trecho é bastante usado pelo transporte escolar, escoamento da produção agrícola, moradores e pessoas que buscam pelos balneários daquela região.

 

No início do mês de setembro, a Secretaria de Infraestrutura iniciou um serviço considerável e, ao que tudo indica, mais duradouro nesta serra. Para isso, foi realizado o trabalho com novo patolamento e colocação de cascalho compactado. Como a prefeitura não dispõe desse material, os próprios moradores da região se comprometeram e doaram o cascalho necessário para cobrir todo trecho de subida que estava muito desgastado.

 

Além do serviço prestado na arrumação das estradas, a zona rural da Patrona também passa por um processo de alargamento das pontes existentes sobre os córregos daquela região. Algumas delas eram muitos estreitas, e hoje, muitos maquinários usados em plantações possuem dimensões maiores, o que vem recebendo atenção especial da pasta.

 

Em reportagem à Gazeta, o secretário Luiz Felipe Miranda esclareceu sobre a atenção dada às estradas rurais do município. “A malha rural é sempre frágil em sua estrutura, e por ser extensa, temos um desafio enorme para mantê-la em condições para o uso. Nos períodos secos, temos material fino aflorando e trazendo atolamentos. Nos períodos chuvosos, as deformações do material devido a umidade também trazem o mesmo transtorno. E o desafio é justamente manter esses trechos em condições de rodagem, tanto para locomoção, quanto para estimular a economia do agro”, destacou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: