Terça-feira, 25 de Junho de 2024 Fazer o Login

Radar – Ensaboados

qui, 23 de novembro de 2017 05:46

abertura-radar

ENSABOADOS

Pelo menos dois nomes passaram no governo do ex-prefeito Raul Belém (PP) onde tinham carta branca para tomar decisões, mas sempre sem deixar o deles na reta. Agora estão assistindo de camarote, pois nenhum prefeito passa quatro anos sem ter dor de cabeça.

DESPIDO

A coluna apurou ontem que o Juiz retirou o segredo de Justiça da primeira ação de improbidade proposta em Araguari. Para quem se interessar em saber quem é, a ação tramita na 3ª Vara. Vale lembrar que não se trata de uma pessoa que é ou foi político, mas encontra-se na ativa em sua profissão.

ALÍVIO

Depois de pensar que não iria conseguir pagar o 13º dos servidores, alegando a crise financeira do município, o prefeito Marcos Coelho (PMDB) acabou conseguindo honrar com o pagamento essa semana. Muitos servidores estavam aflitos temendo não receber o benefício como vem ocorrendo em sete de cada dez cidades de Minas.

ALENTO

Marcão jamais teve uma aprovação de 100% entre os servidores, até pela maneira de administrar de acordo com a situação financeira cortando horas extras e gratificações. Mesmo assim, a maioria dos servidores reconhece e até confidenciam com a coluna que nas condições em que se encontra o país hoje, não é qualquer prefeito que consegue pagar salários em dia e agora o 13º que, para muitos, ficaria para o início do próximo ano.

“BICO SECO”

Nem todos os servidores da prefeitura receberam o décimo terceiro. Isso mesmo, estão sem receber o próprio prefeito Marcos Coelho e o seu vice Clayton Fernandes.

IMPACTO

O Centro de Perícia Social do Ministério Público de Belo Horizonte está realizando laudo de impacto social no bairro Novo Horizonte provocado pela empresa VLI e empresas adjacentes do Distrito Industrial. O pedido foi da 1ª Promotoria de Justiça local.

QUEM AVISA AMIGO É

Dois nomes estariam de olho na cadeira do secretário de Gabinete Marco Antônio Farias no governo Marcos Coelho. Um deles estaria dentro do governo e o outro, ocupou um cargo na gestão ex-prefeito Gilmar Machado (PT) mas acabou saindo com filme queimado assim como Machado.

PRESTIGIADO

Na segunda-feira, 20, o araguarino Zé Vitor , hoje Superintendente Regional da Supram – órgão do Governo do Estado que cuida de licenciamentos ambientais e outorgas de água, proferiu uma palestra para mais de 200 pessoas no Restaurante Kabana do Bosque. Na oportunidade, tratou dos avanços e desafios ambientais do Estado de Minas Gerais, quando apresentou a informação de que a Superintendência é a número 1 de Minas, entre outras nove existentes. Foram mais de 22.000 atendimentos em 2017.

INCHAÇO

Para quem esperava poucos candidatos a deputado federal nas eleições do ano que vem, se enganou. Zé Vitor tem data marcada para se desligar da superintendência da Supram para disputar. Também estão no páreo o vereador Tiãozinho (PRP), Mauro Imóveis (PT do B) e Carvalho Brazuca (PTD). Lembrando que essa semana, o presidente do bairro Novo Horizonte Clayton Brazão (PRP) que é primeiro suplente de vereador, disse que irá abrir mão da suplência para mudar de partido e também ser federal por outra sigla.

 

2 Comentários

  1. Maria disse:

    O município em crise, nunca se houve tanto falar q o município está em crise como nessa gestão. Não seria mais fácil cortar os cargos comissionados e eliminar o grande gasto do que abaixar o salário do funcionário público? Precisa-se tanto assim desses cargos pq pelo corredores só se houve falar mal dessa gente.

  2. Vinicius disse:

    Esses cargos comissionados corroem a administração pública. Se pelo menos fossem eficientes e bem qualificados tudo bem, mas o problema é que a maioria ocupa cargo em comissão apenas para ganhar altos salários.

Deixe seu comentário: