Quarta-feira, 19 de Junho de 2024 Fazer o Login

Quedas de energia é motivo de reclamação da população araguarina

qua, 10 de janeiro de 2024 08:05

Da Redação

 

A energia elétrica é uma parte importante do cotidiano da população em geral, pois é quase impossível imaginar a vida sem esse recurso.

Desde ações simples como acender a luz, até as altas demandas energéticas, como a iluminação pública ou metrô que milhares de cidadãos usam para ir trabalhar, dá para se ter uma ideia dos impactos ocasionados pela falta de energia.

Parte da cidade sofre com apagões há dias
Divulgação

 

No Brasil, cerca de 80% da produção energética vem das hidrelétricas, o que torna o país bastante vulnerável, devido às variações climáticas e ambientais.

Em Araguari, a população tem sofrido com quedas de energia nos últimos dias. Na sexta-feira, 5, várias pessoas reclamaram da falta de energia nos bairros Miranda,

Santa Terezinha, Santiago, Jóquei Clube, Independência, Paraiso, Sibipiruna, Goiás e Millenium. No dia 6, uma festa de casamento foi interrompida por falta de energia, os convidados ficaram do lado de fora de um salão de festas, localizado na avenida Porto Alegre.

Conforme a CEMIG, o apagão do dia 5, foi causado devido a uma falha no alimentador da subestação da companhia, localizado no bairro de Fátima e esse problema havia sido sanado. É bom mencionar que, uma subestação é uma instalação elétrica formada por um conjunto de equipamentos responsáveis pela transmissão e distribuição da energia elétrica, além de equipamentos de proteção e controle.

No dia 8, novamente, alguns bairros do município ficaram sem energia, dentre eles, o Sibipiruna. De acordo com a CEMIG, esse problema foi ocasionado por uma falha técnica.

Ressalta-se que, a falta de energia gera inúmeras consequências para a população em geral, como: comércios fechados, caos no trânsito, impossibilidade de trabalhar com computador e internet, perda de equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos e interrupção de prestação de serviços públicos:

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: