Terça-feira, 23 de Abril de 2024 Fazer o Login

Proprietário reconhece moto roubada e prende condutor até a chegada da Polícia

ter, 25 de março de 2014 01:41

DA REDAÇÃO – Cinco dias depois de ter a motocicleta roubada, um jovem de 24 anos estava na porta do estabelecimento comercial onde trabalha na última sexta-feira, 21, quando avistou dois homens com o veículo. Certo de que a CG Titan 125 CC era mesmo dele, derrubou o condutor e o garupa com a ajuda de dois amigos. O incidente aconteceu no bairro Goiás.

Um deles, de 14 anos, foi detido no local. O outro, de 19 anos, tentou fugir a pé, mas foi alcançado e contido até a chegada da Polícia Militar.

Segundo o proprietário, a moto estava bastante danificada, sem a placa de identificação e com o chassi cortado. Em conversa com os ocupantes, eles afirmaram ter comprado o veículo de um terceiro, por 300 reais.

De acordo com a Polícia, foram realizadas buscas na residência do jovem de 19 anos com o consentimento dele e na presença de uma testemunha. Os militares encontraram no local cinco gramas de sustância semelhante à maconha, a mesma quantidade em pedras análogas a crack e 470 gramas de substância branca parecida com ácido bórico, componente utilizado na fabricação de cocaína, além de uma réplica de arma de fogo do tipo revólver.

Todo o material foi levado para a Delegacia e a moto recolhida para o pátio credenciado. A PM deu voz de apreensão em flagrante ao menor. O outro suspeito foi preso por uso de drogas e receptação.

A PM localizou o responsável pela venda, um jovem de 18 anos que confessou ter repassado a motocicleta pelo valor mencionado. Em depoimento, afirmou ter adquirido o veículo no dia 18 por 500 reais, de uma pessoa que seria da cidade de Itumbiara (GO). Ele foi preso por receptação.

CLONAGEM

A PM ainda registrou duas ocorrências de clonagem no domingo, 23. Por volta das 15h, em uma operação no bairro Goiás, militares avistaram um jovem de 18 anos conduzindo uma moto. Ao ser abordado, foi constatado que o veículo tinha a numeração do chassi raspada.

Duas horas mais tarde, no bairro Amorim, um homem de 34 anos também circulava com uma motocicleta com o chassi adulterado. Na abordagem, ele apresentou a nota de arrematação do veículo em um leilão público, mas sem a numeração. Os dois foram encaminhados à Delegacia e tiveram as motocicletas apreendidas.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: