Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Projeto que oficializa Polo Universidade Aberta do Brasil é aprovado pela Câmara

qua, 2 de agosto de 2023 08:05

Da Redação

 

Ontem, 1º, aconteceu a primeira sessão ordinária do segundo semestre na Câmara Municipal de Vereadores de Araguari. Nesse retorno, após recesso parlamentar, todos presentes no plenário foram surpreendidos com a apresentação dos alunos do Projeto SEMENTEAR– Cultura, Arte e Educação (associação sem fins lucrativos), que encantaram ao tocar o Hino Nacional e o Hino de Araguari no violoncelo.

É bom mencionar que, a convite da vereadora Dêda Lima (PL), o Projeto SEMENTEAR fez uso da Tribuna Livre.

A convite da vereadora Dêda Lima, o Projeto SEMENTEAR fez uso da Tribuna Livre.

 

“O projeto tem um alto poder de inclusão e de transformação, nós reconhecemos que a música erudita abre uma perspectiva para certas sensibilidades no ser humano, a criança que toca, a família que ouve, que mexe com os sentimentos, com as emoções e desenvolve cognitivamente a criança e o jovem. A influência desse projeto não é só estética, há uma comoção onde a criança chega com esse instrumento. As emendas impositivas são essenciais, porque nós não temos uma receita regular, logo, todo recurso que entra é quase insuficiente para a demanda. Esse instrumento tem um custo totalmente diferenciado dos outros projetos de música, já que é um instrumento caro e sua manutenção também é, mas o custo benefício vale a pena. Levando o nome de Araguari para longe conquistamos o prêmio de 2º lugar no concurso de música erudita em Santo Antônio do Pinhal, em São Paulo. Vimos esse resultado nos olhos das crianças e dos familiares. Todos estão incentivados para começar o segundo bimestre”, explicou o gestor da SEMENTEAR, Públio Carísio de Paula.

Os vereadores, reunidos em plenário, usaram a tribuna para apresentarem seus requerimentos e posteriormente votaram nos projetos do dia.

Dentre os requerimentos em destaque, estava o do parlamentar Nego (Solidariedade), que pediu que seja enviado um ofício ao prefeito Renato Carvalho (Republicanos), através da Secretaria de Trânsito requerendo melhorias nos semáforos da rua Rui Barbosa. O edil também solicitou que seja feito um estudo para analisar a possibilidade de instalação de semáforos laterais, pois os motoristas têm reclamado que o sinal de parada fica debaixo dos faróis, fato que dificulta a visibilidade.

A vereador Clayton Brazão (PSC) também se sobressaiu ao solicitar que seja enviado um ofício ao prefeito Renato Carvalho solicitando a instalação de parquinhos nos bairros Solar Park Bela Vista, Santa Helena, Amorim e Santiago, e nos residenciais Jardim Milane, Cidade Jardim, Jardim América e Ragiotti.

Na pauta do dia estavam os seguintes assuntos: Projeto de Lei nº 103 de 2023, de autoria da vereadora Ana Lúcia Prado (PSB), que institui o Dia da Mulher Empresária no âmbito do município de Araguari, a ser celebrado anualmente no dia dezessete de agosto, foi aprovado por 16 votos.

Projeto de Lei nº 153 de 2023, de autoria do Poder Executivo, que altera a redação do art. 5° da Lei n° 6.744, de 11 de abril de 2023, que autoriza a doação do imóvel que menciona à pessoa jurídica MR Transportes e Distribuidora Ltda., dando outras providências, foi aprovado por 13 votos, com voto contrário dos vereadores Débora Dau (PSC), Dêda Lima (PL) e Wiliam Postigo (PL).

Projeto de Lei nº 165 de 2023, de autoria do Executivo, que oficializa o Polo UAB – Universidade Aberta do Brasil, dando outras providências, foi aprovado por unanimidade.

Projeto de Decreto Legislativo nº 43 de 2023, de autoria do vereador Giulliano Sousa Rodrigues (PSB), que concede o Diploma de Honra ao Mérito a excelentíssima senhora Cintia Lazzarini, foi aprovado por 16 votos.

Projeto de Decreto Legislativo nº 44 de 2023, de autoria dos vereadores Giulliano Sousa Rodrigues (PSB) e Ana Lúcia Rodrigues Prado (PSB), que concede o Diploma de Honra ao Mérito ao excelentíssimo senhor Limírio Martins Parreira, foi aprovado por 16 votos.

Segundo a Câmara Municipal de Araguari, a sessão também contou com a manifestação pacífica de profissionais da área de educação. Os professores reivindicam o piso salarial da categoria. Os recriadores, os supervisores, orientadores e secretárias escolares também participaram do movimento solicitando reconhecimento e uma remuneração justa. Outro problema apresentado diz respeito do repasse ao INSS que está sendo descontado em folha.

Vários vereadores apoiaram a demanda e disseram “que a educação precisa ser valorizada e que estão nessa luta em busca de uma melhor solução para todos”.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: