Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Procurados pela Justiça de Araguari

ter, 15 de julho de 2014 15:28

DA REDAÇÃO – Aproximadamente 15 mil criminosos se encontram foragidos no estado de Minas Gerais. Na comarca de Araguari são mais de 140 mandados de prisão não cumpridos nas duas Varas Criminais, destes, 60 são execução penal, ou seja, condenados e com recursos finalizados.

Assim, Araguari figura entre as 30 primeiras comarcas do ranking mineiro com maior número de infratores longe das grades, apesar de o número de foragidos ser bem inferior aos grandes centros, como Belo Horizonte; Ribeirão das Neves; Contagem; Betim; Montes Claros; Governador Valadares; Uberlândia; Uberaba e Juiz de Fora.

Homicidas, estupradores, ladrões de residência e traficantes de drogas são exemplos dos tipos que ameaçam a segurança pública. Levando-se em conta que atualmente são 220 presos ocupando as celas no Presídio municipal e 140 no regime domiciliar, o número de foragidos é significativo, no entendimento do Ministério Público Estadual.

Em 2013, a PM em Minas Gerais realizou quase 258 mil prisões e apreensões de crianças e adolescentes, entre flagrantes e mandados de prisão cumpridos, em um total de 1,5 milhão de ocorrências atendidas. As estatísticas do 53º Batalhão de Polícia Militar não foram repassadas à imprensa.

SUPERLOTAÇÃO
Para o coordenador do Núcleo de Estudos Sociopolíticos da PUC Minas, Robson Sávio Reis Souza, o número de foragidos pode ser explicado por um conjunto de fatores. O primeiro deles é a superlotação do sistema prisional no estado, que implica na dificuldade de prender criminosos com determinação da Justiça por conta da falta de lugares para serem colocados.

“Temos também a baixíssima eficiência do setor de investigação policial, junto com a morosidade da Justiça. A polícia ainda usa de procedimentos longos, baseados muito mais em investigações que se arrastam do que na construção de provas rápidas, com o auxílio da tecnologia” afirma o especialista.

Robson Sávio lembra que os números de Minas podem ser ainda maiores, em virtude dos problemas de comunicação com muitas comarcas. “Tudo isso gera impunidade, que motiva os bandidos a continuarem na vida do crime porque sabem que nada vai acontecer”, completa.

Conforme apurou a reportagem, Araguari é a única comarca que mantém relação de mandados de prisão atualizada e trabalho integrado entre Ministério Público; Polícia Militar; Poder Judiciário e unidade prisional.

Segundo os dados do CNJ, o Brasil tem a terceira maior população carcerária do mundo, de acordo com o ICPS (sigla em inglês para Centro Internacional de Estudos Prisionais), atrás de Estados Unidos e China.

A comunidade araguarina pode contribuir com a Justiça através do telefone 181 (disque-denúncia), sob a garantia de sigilo absoluto.

Confira as fotos de 11 foragidos da comarca de Araguari, de acordo com informações do Ministério Público.

Amarildo Martins Rosa - Art. 121

Amarildo Martins Rosa – Art. 121

Denilson Joaquim de Araujo - Art. 157 e 288

Denilson Joaquim de Araujo – Art. 157 e 288

Fabricio Parreira da Silva - Art. 157

Fabricio Parreira da Silva – Art. 157

Jânio Ramos - art. 157 -213 -  180 - 155

Jânio Ramos – art. 157 -213 – 180 – 155

Juliano Silva dos Santos  - Art. 157 e 288

Juliano Silva dos Santos – Art. 157 e 288

Lázaro Cesar dos Santos Fiuza - Art. 157 e 288

Lázaro Cesar dos Santos Fiuza – Art. 157 e 288

Leontino Soares Rosa - Art. 121

Leontino Soares Rosa – Art. 121

Moacir Rodrigues dos Santos - Art. 157 e 288

Moacir Rodrigues dos Santos – Art. 157 e 288

Osvaldo Pedrosa Ferreira - Art. 33

Osvaldo Pedrosa Ferreira – Art. 33

Ricardo Camilo - Art. 33

Ricardo Camilo – Art. 33

Washington Tadeu Silva Godoi  - Art 157

Washington Tadeu Silva Godoi – Art 157

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: