Quarta-feira, 19 de Junho de 2024 Fazer o Login

Prefeitura propõe revisão salarial a servidores com impacto financeiro superior a R$18 milhões

qua, 23 de novembro de 2022 08:03

Da Redação

Grupo de servidores se manifestou na sessão ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira, 22.

Todavia, alguns servidores se manifestaram contra o projeto, em sessão ordinária na Câmara Municipal

No dia 11 de novembro, o prefeito Renato Carvalho (Republicanos) enviou um Projeto de Lei para a Câmara Municipal dos Vereadores. Esse projeto propõe a revisão dos vencimentos dos servidores efetivos com nível superior da área da Saúde.

De acordo com a prefeitura, o intuito do projeto é valorizar todos os funcionários, começando por aqueles que têm nível superior, fazendo com que todos os servidores de carreira recebam o mesmo salário, exceto aqueles que recebem um adicional por tempo de serviço, como o quinquênio

Tendo em vista o documento apresentado, no total, 317 servidores serão beneficiados, gerando um impacto financeiro de R$18.528.251,99 por ano, além dos R$23 milhões já gastos com a folha de pagamento mensal. O salário que hoje é de R$1.530,00, para 20 horas semanais trabalhadas, passará para R$ 1.919,00 para o mesmo período. Já o profissional que trabalha 30 horas semanais, passará a receber R$ 2.878,50 reais.

Dentre os cargos que serão contemplados com a equidade salarial, estão: assistente social, cirurgião dentista, dentista bucomaxilo, educador físico, endodontista, enfermeiro, farmacêutico, fiscal sanitário (em todas as áreas de formação), fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico veterinário, nutricionista, odontopediatra, odontopediatra (com especialização em PNE), orientador educacional, periodontista, psicólogo, supervisor hospitalar, redutor de Danos à Saúde, supervisor de redutor de Danos à Saúde, supervisor hospitalar, supervisor técnico do Serviço de Controle e Avaliação e Terapeuta Ocupacional.

Segundo as informações dos servidores da área da Saúde, há quase um ano eles estão se reunindo com o Poder Executivo Municipal para negociarem melhorias salariais e em várias oportunidades o prefeito manifestou o desejo de oferecer o melhor salário da região.

Entretanto, ontem, 22, grupo de servidores se reuniu na Câmara Municipal, durante sessão ordinária, manifestando contra o dispositivo, com alegação de que essa melhoria salarial seria para um pequeno grupo de trabalhadores. Atualmente, o salário base pago para eles, com exceção dos médicos, é de R$1.530,00. “A grande maioria destes trabalhadores conquistou, em outras gestões, um adicional de produtividade, como forma de compensação desse salário incoerente com o nível de escolar. Grande parte já recebe esse adicional”, expuseram os servidores.

Ainda conforme os profissionais, os trabalhadores que recebem a mais tempo e em maior valor (assistentes sociais, dentistas, enfermeiros e psicólogos), apesar de terem o salário base ajustado para R$1.919,00, teriam perdas no valor da produtividade e nas conquistas até então alcançadas, de acordo com a proposta encaminhada pelo Executivo à Câmara.

Soraya Ribeiro de Moura, servidora efetiva e secretária de Saúde, ressaltou que a igualdade salarial é um anseio da categoria há anos. “É muito gratificante ver a administração Renato Carvalho e Maria Cecília valorizar os servidores. Muitas vezes, o que acontece é que profissionais do mesmo nível superior recebem alguns benefícios e outros não, tendo o mesmo local de trabalho. É uma grande vitória que nos enche de orgulho”, explicou.

Segundo o prefeito Renato Carvalho, o projeto se trata apenas de um aumento efetivo de salário, o que não ocorre há muitos anos, sendo somente dada a recuperação de perdas recorrentes da inflação. “É preciso que todas as funções tenham isonomia. Estamos iniciando pela área da Saúde, mas logo outras pastas também serão contempladas, equiparando os salários de acordo com as funções exercidas. Muitos servidores efetuam o mesmo serviço, mas recebem alguns benefícios extras, como por exemplo produtividade. O que queremos é igualar para que todos tenham os mesmos direitos e deveres”, esclareceu.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: