Sexta-feira, 02 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Prefeitura monta Plano de Contingência devido ao aumento dos casos de dengue

sex, 2 de fevereiro de 2024 08:03

Da Redação

São seis salas de hidratação
Divulgação

Os diagnósticos positivos de dengue em Minas Gerais aumentaram consideravelmente em uma semana. É o que indica o Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de dengue, chikungunya e zika divulgado no dia 29 de janeiro pela Secretaria de Estado de Saúde. Minas já registrou uma morte em decorrência da doença.

Os casos confirmados passaram de 11.490, no dia 22 de janeiro, para 23.389, no dia 29. Foram registrados 64.724 casos prováveis (casos notificados fora os descartados) de dengue e 35 óbitos estão sendo investigados.

Ressalta-se que, o estado decretou situação de emergência, devido ao aumento dos casos de dengue e chikungunya. No dia 27, a determinação, assinada pelo

governador Romeu Zema (Novo), foi publicada no Diário Oficial do Estado.

Com a determinação, Minas pode antecipar os processos para a aquisição de insumos e materiais para o tratamento médico dos pacientes. O decreto prevê, inclusive, a possibilidade de dispensa de licitação. A situação de emergência é válida pelo período de 180 dias.

Em Araguari, conforme a Secretaria de Estado de Saúde, até o dia 29 foram registrados 705 casos prováveis dengue e 89 de chikungunya. Até o momento, não há nenhum óbito confirmado para essas doenças no município.

Sabendo disso, a prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde iniciou um Plano de Contingência. Foi montada uma estrutura, em parceria com o Expresso Saúde do IMEPAC e com a UBSF Central, para atender pacientes que foram notificados como suspeitos.

Segundo a prefeitura, são seis salas de hidratação, onde os pacientes recebem a hidratação necessária e é realizada a coleta de sangue para o exame laboratorial, com o intuito de comprovar se o paciente está ou não com dengue.

Conforme a coordenadora da Atenção Primária, Dra. Marislene Pulsena, devido ao excesso de casos de pessoas com suspeita de dengue, a Secretaria de Saúde resolveu iniciar um Plano de Contingência para dar atendimento precoce e oportuno aos pacientes com suspeita da doença. “Esses pacientes recebem o tratamento de hidratação, seja oral ou intravenoso, recebem também a solicitação do exame, que avalia clinicamente e laboratorialmente esses pacientes. Os

pacientes acompanhados pelo Expresso Saúde e pela UBSF Central estão classificados com dengue do grupo A ou do grupo B, mediante notificação”, explicou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: