Terça-feira, 23 de Julho de 2024 Fazer o Login

Prefeitura inicia o processo de construção de obra viária urbana

qui, 20 de fevereiro de 2014 15:00
Segundo Gilmar Machado, a expectativa é que as obras tenham início no segundo semestre desse ano. Foto: Daniel Nunes/SECOM/PMU

Segundo Gilmar Machado, a expectativa é que as obras tenham início no segundo semestre desse ano. Foto: Daniel Nunes/SECOM/PMU

DA REDAÇÃO – A Prefeitura de Uberlândia assinou na última segunda-feira (17) uma operação de crédito com a Caixa Econômica Federal para a construção dos novos corredores estruturais de transportes. São R$ 125,6 milhões de financiamento mais R$ 6,6 milhões de contrapartida do Município a serem aplicados na maior obra viária urbana da história do município. O projeto contempla, no total, a construção de cinco corredores de ônibus (Leste, Oeste, Sudoeste, Norte e Sul), quatro terminais, 67 estações, sendo 15 de transferência, e mais três viadutos.

A implantação dos novos corredores estruturais faz parte da segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do Governo Federal,  que foi aprovado definitivamente em 2013, quando a Secretaria de Trânsito e Transportes firmou os projetos executivos, que abrangem estudos sobre origem e destino, trajetos e perfil dos usuários, permitindo uma visão mais clara e objetiva do sistema de transporte que, a partir da nova estrutura, passará a ser um sistema em rede e não somente integrado.

“Estamos trabalhando a Uberlândia Planejada. Construção de novos equipamentos, ruas alargadas, novos viadutos, priorizando o transporte coletivo. Nosso desejo é fazer a licitação no primeiro semestre e iniciar as obras no segundo para entregarmos o primeiro corredor no próximo ano”, revelou o prefeito Gilmar Machado.

Com a finalização das obras dos novos corredores, o BRT (sigla em inglês para transporte rápido por ônibus) de Uberlândia saltará dos atuais 7,5 km de extensão (por sentido) para aproximadamente 52 km, sendo 44,1 km de novos corredores. Assim, o BRT de Uberlândia será o maior do país em extensão, considerando o número de habitantes.

Segundo o secretário de Trânsito e Transportes, Alexandre Andrade, o primeiro corredor a ser construído será o do setor Leste, iniciado na Avenida Segismundo Pereira. Com o corredor, haverá mudanças no sentido de algumas vias. A Avenida Segismundo Pereira, por exemplo, será cortada por sete vias binárias, disciplinando o trânsito de passagem do trânsito de bairro. O edital de licitação deve ser publicado em até 90 dias. A intenção é concluir todo o projeto até o fim de 2016. “Os novos corredores vão beneficiar diretamente 200 mil usuários por dia, dando mais agilidade e conforto aos passageiros, além de otimizar o sistema de trânsito como um todo”, finalizou  o secretário.

Para que o financiamento fosse liberado, a prefeitura precisou se enquadrar em alguns critérios estabelecidos pela Secretaria do Tesouro Nacional, Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal. A liberação dependia também do orçamento municipal e da administração em dia com as obrigações financeiras. “Isso só é possível através de um executivo atuante. Muitas prefeituras querem esse financiamento, mas nem sempre conseguem”, ressaltou o superintendente regional da Caixa, Clayton Rosa Carneiro.
.

Estações de Transferência

Dentre as novidades que as obras de mobilidade urbana vão apresentar, se destacam as estações de transferência, que possibilitará a criação de linhas circulares, poupando o usuário de um determinado setor da cidade tenha a se deslocar até o Terminal Central para ir a outro setor. As maiores estações de transferência vão ficar nas praças Tubal Vilela, Adolfo Fonseca e no entorno da Praça Clarimundo Carneiro.

Os novos corredores também vão conferir ao trânsito como um todo mais agilidade devido à construção de novos viadutos (Rua Olegário Maciel, Rua Paraná e Avenida João Pessoa), conectando vários setores de Uberlândia e aliviando as vias com grande fluxo de veículos, em especial nos horários de pico.

Para o analista de Infraestrutura do Ministério das Cidades, Marcos Daniel Santos, as obras serão acompanhadas pelo ministério. “Viremos determinadas vezes à cidade para ver o andamento do projeto para entregar o quanto antes esse benefício à população. Em breve vamos inaugurar e ver o serviço acontecer”, afirmou.

Projeto de Mobilidade Urbana

Terminais de integração

– Novo Mundo (Leste)
– Universitário (Sul)
– Jardins (Sudoeste)
– Jardim Patrícia (Oeste)

Corredores de transporte

– Leste – Av. Segismundo Pereira
– Oeste – Av. Marcos de Freitas Costa/Av. José Fonseca e Silva
– Sudoeste – Av. Getúlio Vargas
– Norte – Av. Adriano Bailoni/Av. Cleanto Vieira Gonçalves
– Sul – Av. Nicomedes Alves dos Santos

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: