Quarta-feira, 17 de Abril de 2024 Fazer o Login

Prefeitura esclarece sobre acidente ocorrido nas obras de drenagem pluvial

ter, 17 de outubro de 2023 08:06

Da Redação

Veículo caiu em um buraco, devido ao carreamento do material por conta das chuvas
Divulgação

Com o intuito de escoar as águas pluviais da região dos bairros Independência/Santiago, a Prefeitura de Araguari elaborou um projeto de drenagem pluvial. No período chuvoso, as áreas próximas ao CAIC e rua Ponte Terra costumavam ficar inacessíveis.

Em abril de 2022, a prefeitura confirmou que, o projeto contará com mais de 8 km de linha de drenagem (redes tubulares e celulares). Serão instaladas mais de 200 bocas de lobo e será feito um trabalho de urbanização do Bolsão, localizado próximo da avenida Marechal Rondon. Ressalta-se que, o prazo para execução dos trabalhos é de 20 meses e serão investidos mais de R$22 milhões.

Neste momento, de acordo com o secretário de Infraestrutura (Obras), Luiz Felipe Miranda, as obras de drenagem estão avançando. Nos primeiros meses de execução foram priorizadas as redes principais, todavia a prefeitura teve dificuldades na logística de materiais, de modo especial as tubulações, o que fez com que a projeção de adiantar o cronograma e finalizar alguns importantes trechos não se concretizasse. Além disso, essas redes ainda não estão totalmente ligadas, tendo o funcionamento total do sistema, somente em 2024.

Ontem, 16, a reportagem da Gazeta entrou em contado o chefe da pasta de Infraestrutura para saber mais detalhes sobre as obras de drenagem e para que ele explicasse sobre um acidente envolvendo um carro, que aconteceu no local onde estão acontecendo essas intervenções. “O veículo caiu em um buraco, devido ao carreamento do material por conta das chuvas. O sistema ainda não está funcionando, a previsão é que isso aconteça no ano que vem. Porém, cabe a empresa zelar pela segurança do local. Estamos cobrando providências da empresa nesse sentido”, esclareceu Luiz Felipe Miranda.

Destaca-se que, devido à proximidade do período chuvoso, é comum que as atividades diminuam o ritmo, a fim de assegurar maior qualidade e menor retrabalho, voltando a ser normalizado em março.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: