Terça-feira, 25 de Junho de 2024 Fazer o Login

Policiais militares flagram motoristas embriagados em Araguari

sex, 2 de setembro de 2022 08:01

Da Redação

A maioria dos condutores aceita passar pelo teste etílico, mesmo sabendo que ingeriu bebida alcóolica

Nesta semana, a Polícia Militar Rodoviária voltou a flagrar condutores de veículos após terem ingerido bebida alcóolica. Apesar da rigorosa “Lei Seca”, há quem ainda desafie as autoridades e coloque vidas em risco.

Na AMG-1105, km 16 (Indianópolis/Araguari), um jovem de 25 anos conduzia um Fiat/Uno, 88, sem possuir permissão para dirigir ou habilitação e não portava o Licenciamento do veículo. Não bastasse isso, ele apresentava hálito etílico. Questionado, teria afirmado que usou bebida alcóolica antes daquela abordagem.

O autor foi submetido ao teste etílico, teste este apontado 0,48 MG/L de álcool por litro de ar expelido dos pulmões. Ele foi levado à delegacia de plantão da Polícia Civil em Araguari e o automóvel removido para um pátio credenciado pelo Detran de Minas Gerais.

Na MG-414, km 7 (estrada do Amanhece), foram dois flagrantes durante operação policial, por volta de 21h da última segunda-feira. No primeiro, um homem de 49 anos ocupava um VW/Gol GL, 91, foi abordado e não tinha problemas de documentação, mas apresentava sinais de ter ingerido bebida alcóolica. Ao passar pelo teste etílico, foi acusada a quantia de 0,51 MG/L de álcool por litro de ar expelido dos pulmões.

Na outra ocorrência, um motorista de 59 anos dirigia um VW/Saveiro, 2000, sem irregularidades, porém, ele apresentava hálito etílico, olhos avermelhados e fala desconexa. O autor foi submetido ao teste de alcoolemia, o qual acusou 0,69 MG/L de álcool por litro de ar expelido dos pulmões.

Na cidade, houve um caso na região do bairro Miranda, onde um motociclista de 42 anos colidiu em Toyota/Corolla. Aos policiais, o piloto afirmou ter passado mal, mas tinha sintomas de embriaguez. Ele se recusou a fazer o teste etílico. Os veículos ficaram danificados.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir alcoolizado é uma infração gravíssima. Na ação, a CNH do condutor é recolhida e o veículo é retido. Dessa forma, o motorista fica suspenso de dirigir por um período de um ano e o valor da multa pode chegar a até 3 mil reais.

O motorista somente será autuado se o resultado do seu teste for de 0,05 gramas de álcool por litro de ar alveolar.  Para os que se negam a fazer, a penalidade é a mesma para quem obter resultado positivo após soprar o aparelho.  A CNH é recolhida e o veículo é retido. Dessa forma, o motorista fica suspenso de dirigir por um período de um ano e o valor da multa pode chegar a até 3 mil.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: