Sexta-feira, 17 de Maio de 2024 Fazer o Login

Polícia investiga se motociclista disputava “racha” em acidente que matou idosa

sáb, 8 de fevereiro de 2014 00:13
O caso é tratado como homicídio pela Polícia Civil. Foto: Gazeta do Triângulo

O caso é tratado como homicídio pela Polícia Civil.
Foto: Gazeta do Triângulo

DA REDAÇÃO – D.M.O. (20 anos) se colocou à disposição da Polícia Civil em Araguari para prestar esclarecimentos sobre o acidente de trânsito que vitimou uma mulher de 79 anos, na noite do último sábado, na avenida Minas Gerais, região do bairro Aeroporto. Ele pilotava a motocicleta que atropelou Maria Alice Francisca do Prado na faixa de pedestres.

O delegado que cuida do caso, Luciano Alves dos Santos, revelou à Gazeta do Triângulo que o advogado de D.M.O. procurou a Quarta Delegacia Regional de Polícia Civil para apresentar o jovem, porém, ele irá primeiramente ouvir as testemunhas. Elas, a propósito, foram cruciais para a identificação do motociclista, que atingiu a vítima e fugiu do local. Na mesma noite, a Polícia Militar elucidou endereço e nome do atropelador.

Populares chegaram a dizer minutos após o acidente que D.M.O. e outro motociclista – também identificado – disputavam um “racha” na avenida. Após atingir a senhora de forma bastante violenta, o autor caiu e evadiu rumo ao bairro Santa Helena. No local, a perícia da 4ª DRPC encontrou partes do veículo envolvido no atropelamento.

“Aguardamos para os próximos dias as intimações dessas testemunhas bem como os laudos periciais”, informou Luciano, acrescentando que o investigado não foi preso porque passou o estado de flagrância.

O delegado trabalha o caso como homicídio, mas não adiantou se culposo ou doloso, este último com o risco de matar, caso realmente estivesse acontecendo uma disputa de velocidade em plena via pública.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: