Quarta-feira, 19 de Junho de 2024 Fazer o Login

Palestra inaugura a primeira semana cultural do orgulho LGBT

ter, 19 de novembro de 2013 14:18

Evento na Casa da Cultura “Abdala
Mameri” abre uma série de atividades

DA REDAÇÃO – Homossexualidade e transexualidade. Assuntos que para muitos poderiam parecer delicados, e que nesta terça-feira, 19, inauguram a Primeira Semana Cultural do Orgulho LGBT. Para abordar o tema, a Casa da Cultura “Abdala Mameri” recebe a palestra da doutora Marislene Pulcena da Cunha Nunes, integrante do departamento de Atenção Primária da secretaria de Saúde.

Durante toda a semana, uma série de eventos deve ser consolidada a fim de enaltecer os direitos de cidadania e a conscientização acerca da diversidade no contexto social. Em entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo, o coordenador da iniciativa, Elbson Luiz de Abreu, detalhou as ações.

“Teremos apresentações teatrais, debates e a exibição do documentário ‘Eu não gosto dos Meninos’, que fala sobre a descoberta da homossexualidade contando a experiência e as dificuldades enfrentadas de maneira individual. Todos os eventos serão iniciados a partir das 19h30″, disse. No sábado, 23, a boate Cabareh Disco Club será palco de uma festa preparatória para a Parada do Orgulho LGBT.

TERCEIRA EDIÇÃO

Pela terceira vez em Araguari, a Parada do Orgulho LGBT está marcada para domingo, 24. A princípio, os participantes devem se concentrar na praça Getúlio Vargas a partir das 14 horas, seguindo até a avenida Coronel Theodolino Pereira de Araújo e a rua Coronel José Ferreira Alves. No trajeto final, a passeata se dirige ao Palácio dos Ferroviários pela avenida Joaquim Aníbal. No ano de conquistas contra a homofobia, a iniciativa deve ganhar novas proporções no município. Ao menos, essa é a perspectiva do coordenador Elbson Luiz.

“Acredito que este ano teremos alguns diferenciais, primeiramente pela realização da semana cultural. Além disso, 2013 foi de vitórias para a comunidade LGBT no Brasil e, sobretudo, em Araguari. Tivemos o primeiro casamento homoafetivo, o encontro inédito de luta contra a homofobia na cidade e os concursos miss e mister gay, que despertaram ainda mais a atenção para os direitos de cidadania”, disse o coordenador, que aproveitou para convidar a população.

“Esperamos que por meio de iniciativas como essa os frutos sejam colhidos a longo prazo, por isso nos empenhamos bastante para que posteriormente a homossexualidade seja vista como deve ser. Gostaria de convidar toda a comunidade araguarina para prestigiar o evento, pois como trazemos no próprio slogan: “Você não precisa ser gay para apoiar essa causa”, completou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: